Prefeitura de Barras comete burrice compulsiva na nomeação de cargos comissionados

 Prefeitura de Barras comete burrice compulsiva na nomeação de cargos comissionados
O barrense João Germano Filho tem denunciado em uma rede social a onda de loucura administrativa que tomou conta da folclórica administração do prefeito Edílson Sérvolo de Sousa.
Após Edilson Sérvolo nomear um chefe para a Guarda Municipal, sendo que em Barras não existe Guarda Municipal, agora foi a vez de de nomear para um cargo em comissão o radialista José Milton, desta vez para o Conselho Municipal de Cultura e Turismo
Três erros nessa nomeação:

I. Conselheiro Municipal não é cargo em comissão.
II. Assim como no conselho do Fundeb, Conselho Municipal de Saúde, Conselhos Escolares, os membros não são remunerados, também no Conselho Municipal de Cultura e Turismo os membros não são remunerados.
III. O pior é que este conselho ainda não foi regulamentado, portanto não existe.
E mais: o radialista José Milton tem portaria na Câmara Municipal como Assessor de Imprensa (dia 07/01/2013), agora recebe outra cumulativamente.

O circo em Barras está montado, palhaços não sobram… e pelo visto também usurpadores fáceis do dinheiro público. UMA VERGONHA, MOTIVO SIM ESTE PARA O POVO DE BARRAS IR ÀS RUAS CONTRA ESSA ADMINISTRAÇÃO DE FAZ DE CONTA.
A seguir a portaria que coloca o radialista de forma irregular
em cargo comissionado
Abaixo a nomeação da mesma pessoa para Assessor de Imprensa da 
Câmara Municipal de Barras

Diego Albert

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *