Prefeito de Barras paga despesas da sua casa com dinheiro da Prefeitura!

 Prefeito de Barras paga despesas da sua casa com dinheiro da Prefeitura!
Edilson Sérvolo, prefeito de Barras. 

Barras (PI) – As lambanças do Prefeito Edilson Capote, do Município de Barras, não param, mostrando que o mesmo não está preparado para dirigir os destinos da Terra dos Governadores.

O Prefeito Edilson Capote editou um “Decreto” que “Regulamenta as despesas por meio de suprimentos de fundos”. Em seu Art. Quinto inciso VI o texto menciona “com alimentação, manutenção e conservação da residência oficial do Prefeito, até R$ 3.500,00 (Três mil e quinhentos reais)”… O Decreto aqui citado é o de Nº10 /2013, de 12 de Março do ano corrente. Os tais suprimentos de fundos variam entre R$ 2.000,00 (dois mil reais) e R$ 20.000.00 (vinte mil reais). 

Como podemos observar o Prefeito Edilson Capote não esta pensando no bem de Barras, mas no seu próprio e da turma que o cerca. É um absurdo o Prefeito decretar que as despesas de sua casa sejam pagas abertamente pelo erário público. 
Será povo Barrense que estão reeditando a casa da Dinda em barras? Edilson Capote, agindo assim, mostra total desrespeito ao POVO que o elegeu. 
P.S aos interessados: o projeto citado nesta matéria foi publicado no Diário Oficial dos Municípios Ano XI • Teresina (PI) – Sexta-Feira, 15 de Março de 2013 • Edição MMCCCIV • Pag. 04

(*) Germano Filho, especial para a Tribuna de Barras

A VERSÃO DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRAS:

“Barras virou alvo de uma forte campanha para denegrir a imagem do prefeito Edílson Capote. Alguns meios de comunicação referem-se às ações do prefeito, de forma equivocada. Mais uma vez é distribuída de forma maldosa, uma nota a imprensa sem o conhecimento dos verdadeiros fatos que fundamentaram a assinatura de um decreto pelo prefeito de Barras. O referido Decreto Publicado no Diário Oficial, e mostrado na matéria publicada nos portais, realmente foi assinado pelo Prefeito, o que não configura nenhuma irregularidade. O que se deve esclarecer é que esta previsão de suprimentos foi criada ainda na administração passada do senhor Francisco Marques, Ex- prefeito de Barras, que inclusive tinha como porta voz alguns dos mesmos jornalistas que tentam fazer alarde com uma matéria que eles já tem conhecimento. Ao assinar o Decreto, o prefeito apenas tornou legal o uso do suprimento de fundos, o que é exigido por lei a todas as prefeituras. Na verdade se observarem na cópia do decreto publicada abaixo da matéria, o art.2 diz que o suprimento do fundo só será usado quando houver necessidade. (o que não aconteceu em momento algum na atual administração, ao contrário da administração passada que sem validar o fundo através do citado decreto usava sem nem mesmo ser questionado por alguns dos colegas jornalistas.(me refiro aos que recebiam da prefeitura de Barras). Os amigos jornalistas sabem que este suprimento na verdade não é usado para manter as despesas da casa do prefeito, e sim para que quando for necessário que o prefeito receba uma autoridade em sua residência (Equipe do Governador, Secretários de Estado, ou outras autoridades) e j tenha disponível de maneira legal o suprimento necessário para justificar as despesas. Este procedimento é comum em todas as prefeituras do estado, se observar não existe nada de ilegal no Decreto do prefeito, e seria sim, imoral se o intuito do Decreto fosse o alegado pelos colegas jornalistas. “Não são suprimentos para custear despesas da casa do prefeito, e sim para alguma necessidade de recepção de autoridades, pequenas ajudas de caráter emergencial para população, ou mesmo alguma necessidade de aquisição de material de consumo para prefeitura.”  Não estamos aqui para criticar o trabalho dos colegas jornalistas, que estão no seu papel, mas para mostrar que alguns na verdade esquecem a ética que deve nortear o jornalismo, usando de má- fé para tentar denegrir a imagem do prefeito de Barras. Como prova do que estamos colocando, alguns portais usaram de forma indevida a imagem da “casa do pai do prefeito”, construída antes do mesmo ser eleito, com o intuito de criar no internauta uma reação fora da realidade dos fatos. Necessário é, também, parabenizar aqueles que sabem e souberam separar o que é verdadeiro do que foi montado para atingir a imagem do prefeito de Barras, bem como próprio posicionamento, do portal ao qual pertence. Quanto aos que continuam a insistir neste tipo de jornalismo sensacionalista, lembramos que se discordam do posicionamento político do prefeito, devem respeitar a integridade da pessoa humana independente de suas decisões políticas. Por essas e muitas, muitas outras, torço para que o povo de Barras analise os fatos e traga para a cidade, apenas desejos de novos tempos, de paz e prosperidade, e não um jornalismo de “planejamento” vingativo e rancoroso, disposto mais a destruir e atingir pessoalmente aquele que se posiciona diferente dos que não querem ver a cidade crescer. Desrespeitar é o primeiro passo para perder o respeito. Agradecemos a todos que nos concedem o direito democrático de defesa, nos colocando a disposição dos colegas para quaisquer dúvidas”.
                                                                                                                                                       Barras 24 de Março de 2013
                                                                                                                                                           Carlos Augusto Furtado
                                                                                                                                                  Assessor de Comunicação do Prefeito

Diego Albert

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *