Preços de hortifrutis cresce em média 40% no Piauí devido estiagem

 Preços de hortifrutis cresce em média 40% no Piauí devido estiagem

Plantação de melancia em Barras.                      
O preço do tomate subiu 100% entre junho e julho. Segundo o levantamento realizado pela Diretoria Técnica e Operacional da Central de Abastecimento do Piauí (Ceapi), além do tomate, no geral, todos os legumes, frutas e verduras tiveram alta de, em média, 40% no último mês.
A explicação é praticamente a mesma em todos os casos. De acordo com o engenheiro agrônomo da Ceapi, Thyago Lima, a seca nas regiões que abastecem a Central piauiense de hortifrutis encarece o produto, pois a oferta diminui, já que a falta de água excessiva prejudica a produção.
A caixa do maxixe, com 30 quilos, passou de R$ 29 para R$ 38. Já as caixas da cenoura e beterraba, ambas com 20 quilos, que custava R$ 20, por exemplo, passou a valer R$ 35. 
Na Ceapi, os comerciantes vendem, em média, 60 toneladas de tomate por dia. A caixa com 27 kg em junho custava R$ 20. Neste mês, o preço saltou para R$ 40. A oferta menor do item tão importante na salada no ponto de distribuição reflete na feira.
Para mais informações sobre os produtos pesquisados, a Central de Abastecimento do Piauí  disponibiliza os preços praticados nos boxes e bancas do local, através do site www.ceapi.com.br, no link Cotações do menu de navegação.

Diego Albert

2 Comments

  • Muito bonita a foto. Essa paisagem linda é mesmo em Barras? Em que lugar?

  • Paulo Nunes, a foto que ilustra esta matéria foi feita em Barras sim, pelo goleiro do River/PI, João Pedro. Esse rapaz da foto é o goleiro Sávio (atuou em 2011 pelo time Sub-18 do Barras e em 2012 pelo Fluminense Esporte Clube, de Teresina). A foto foi feita num dos campos de plantação de melancia do médico e empresário Juarez Rocha, o maior produtor dessa fruta no Piauí e individualmente o maior da Região Nordeste.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *