O novo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, atacou o “globalismo” ao assumir o cargo nesta quarta-feira, 2 de Janeiro de 2019. “Não mergulhemos nessa piscina sem água que é a ordem global”, afirmou o novo chanceler. Segundo ele, o Itamaraty “existe para o Brasil e não para a ordem global”.

“Por muito tempo o Brasil dizia o que achava que devia dizer, queríamos ser o bom aluno na escola do globalismo e achávamos que isso era tudo. Éramos um país inferior”, criticou o agora ministro das Relações Exteriores .

Ele discursou em cerimônia de transmissão do cargo na sede do ministério. Durante sua fala, Araújo fez diversas citações e afirmou que o presidente Jair Bolsonaro irá “libertar o Brasil através da verdade”. “O presidente Jair Bolsonaro chegou até aqui porque diz o que sente, porque diz a verdade”, declarou.