O candidato derrotado nas últimas eleições, Ciro Gomes (PDT), em uma entrevista concedida ao humorista e youtuber Maurício Meirelles, surpreendeu aqueles que pensavam que ele iria apenas criticar o novo governo, por consequência das discordâncias ideológicas.

Na entrevista, Ciro elogiou um feito do governo Bolsonaro, que, de acordo com ele,  ‘havia sendo negligenciado por outros governantes, nos últimos 20 anos, que foi ver nascer as facções criminosas e deixar que elas ficassem de dentro do presídio comandando a disputa do tráfico, de dentro da cadeia’.

“Então o Bolsonaro não demorou 60 ou 90 dias e fez o óbvio, mas ninguém fez. Nem o Lula, nem Dilma e nem Fernando Henrique fez. Transferiu os chefes do PCC, do Comando Vermelho, dessas facções para os presídios federais e cortou a rede de comunicação. Isso é muito importante.”

Além disso, o pedetista também elogiou a criação da lei que beneficia com o pagamento de pensão crianças que nasceram com microcefalia.

Ademais, Ciro lembra que a crise instaurada no nosso país, obviamente, não foi feita pelo governo que assumiu há pouco mais de 9 meses, e sim causada pelo partido que governou durante 14 anos, o PT.