Polícia Federal divulga na Sexta-feira laudo da morte de Fernanda Lages Veras

 Polícia Federal divulga na Sexta-feira laudo da morte de Fernanda Lages Veras
O caso Fernanda Lages Veras ganhou destaque na mídia nacional.                         

Existe a expectativa dentro da Polícia Federal de que na sexta-feira os veículos de comunicação serão convocados para uma entrevista coletiva sobre os resultados da morte da estudante de Direito natural de Barras/PI, Fernanda Lages Veras, cuja morte no prédio em construção da Procuradoria da República, na zona Leste de Teresina, vai completar um ano no Sábado (25 de Agosto de 2012).
A Polícia Federal pode até ter solicitado prisões ao juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Teresina, Antônio Noleto, no caso da morte de Fernanda Lages Veras, mas o movimento no Fórum do Tribunal do Júri está bastante calmo.
Se as solicitações de prisões foram feitas estão muito sigilosas.
Todos os laudos chegaram e os dois delegados da Polícia Federal que investigam a morte de Fernanda Lages Veras estão desde quarta-feira da semana passada em Teresina.

LAUDO DECLINA PARA SUICÍDIO

Este laudo foi produzido ainda com material colhido pela Polícia Civil e seria apresentado pela CICO caso tivesse ficado pronto até o fim do prazo, ou se houvesse prorrogação do mesmo. As informações são de que este laudo declina para suicídio, como causa da morte de Fernanda Lages Veras.

Um relatório está sendo preparado pelos delegados da Polícia Federal para ser apresentado. No sábado (25 de Agosto), completa um ano da morte da estudante de Direito. A morte de Fernanda, que no decorrer das investigações, foi cercada de dúvidas, imprecisões, informações desencontradas e muitas acusações sem conclusão, pode estar bem perto de seu desfecho.
MP JÁ CONHECE O RESULTADO

O resultado da Polícia Federal, já teria inclusive sido apresentado previamente ao promotor Ubiraci Rocha, que ao lado do promotor Eliardo Cabral, acompanhou durante todo esse ano os trabalhos realizados não só pela Polícia Federal como pela Polícia Civil.

FAMÍLIA NÃO ACEITARÁ SUICÍDIO

O ex-vereador de Barras, Paulo César Lages Veras, pai de Fernanda, não acredita em nenhuma hipótese que a morte da jovem tenha sido suicídio. Para ele, o caso foi sim um homicídio. “Em hipótese nenhuma, nem para a Família nem para a sociedade, esta historia de suicídio é uma hipótese verdadeira”, disse.

Para ele, depois de um ano de investigação, será uma decepção para a família se este for o resultado a ser apresentado. “Acredito que a Polícia Federal tem responsabilidade e compromisso. Pode até ser tenha se levado a um descaminho pela não preservação do local do crime, que possa levar a entender isso, mas dizer que é homicídio não acredito”.
POLÍCIA FEDERAL PODERIA ATÉ PEDIR “MAIS DIAS”

Paulo César Lages Veras revelou ainda que a tia de Fernanda que mora em Teresina, Cassandra Lages Veras, foi chamada ainda ontem (21) na sede da Polícia Federal, e foi informada de que até mesmo um prazo maior de até 10 dias possa ser pedido para a chegada de laudos ainda pendentes. “Para Cassandra eles não confirmaram que o resultado sai na Sexta-feira (24), e ainda falaram em pedir mais uns dias”, afirmou.

Diego Albert

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *