“Polícia Civil do Piauí encobre assassinos de Fernanda Lages. Havia cenas de sexo entre homens em vídeo no computador”

 “Polícia Civil do Piauí encobre assassinos de Fernanda Lages. Havia cenas de sexo entre homens em vídeo no computador”
As asfirmações são de Cassandra Lages Veras, tia de Fernanda Lages Veras. 

Durante entrevista a TV Cidade Verde/SBT, na tarde desta quarta-feira (17), Cassandra Lages, tia de Fernanda Lages, afirmou que já está estudando com o advogado da família processar o Estado. Para ela houve muitos equívocos durante as investigações e ficaram muitas dúvidas a serem esclarecidas, dentre elas quem é este homem que teria estado no local do crime. Cassandra fez inusitada revelação, de que o notebook de Fernanda Lages, até agora em poder da Polícia, continha cenas de sexo entre homens.

“Temos certeza que Fernanda não se matou. Quando nos pediram, entregamos o computador dela. E depois soubemos que um policial havia trocado a senha. Não sabemos quem é o policial e porque ele trocou a senha. Tinha pegadas no local do crime e um policial colocou o pé em cima, estragando a prova. A Polícia Federal não fez um bom trabalho porque a (Polícia) Civil não fez o seu direito. Nós queremos que tudo seja esclarecido”, afirma Cassandra Lages.


A afirmação da tia de Fernanda Lages de que policial civil teria informado só existir cenas de sexo entre homens no computador da estudante, reforça as versões correntes à época de que Fernanda poderia ter testemunhado relação homossexual num festa de que participara e que por isso teria sido assassinada.


Para a família, a pessoa que matou Fernanda era alguém próximo e que o crime não foi encomendado. “Eu sabia quem era a minha filha e ela jamais seria capaz de se matar”, disse o pai, Paulo Lages. “Não acredito que tenha sido encomendado. Deve ter acontecido alguma coisa ali que acarretou na morte dela”, completa Cassandra.


A tia questiona ainda como a Polícia Federal conseguiu encontrar um pêlo humano que confirma a presença de uma terceira pessoa no local do crime e não consegue identificar quem seja. 


“A família espera que o caso seja solucionado. Se houver boa vontade para fazer a investigação… A PF encontrou um pêlo que confirmou que tinha a terceira pessoa, como eles não encontraram quem é homem que estava lá?”, questiona.

(*) Portal AZ

Diego Albert

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *