Piauiense Sub-19: craque Dindê desfalca o Piauí na final contra o Picos

 Piauiense Sub-19: craque Dindê desfalca o Piauí na final contra o Picos
Dindê com a bola ente dois jogadores da Sociedade Esportiva de Picos.   

O meia Dindê, uma das estrelas do atual Campeonato Piauiense Sub-19 atuando pelo invicto Piauí Esporte Clube, está fora da final a ser realizada no próximo Sábado (27) as 15:45 horas na cidade de Altos, distante 40 quilômetros de Teresina. O elogiado jovem craque, de afiando toque de bola, forte chute e cobraças de faltas quase que perfeitas já foi recentemente até comparado ao galático Ronaldinho Gaúcho em reportagem do Globo Esporte. Ele foi expulso no primeiro jogo da final quando o Piauí venceu o Picos por 4×0, quando fez um dos gols e deu assistência para mais dois.
Dindê tem 18 anos, cearense. Apesar da pouca idade já é “viajado” no mundo do futebol. Seu histórico consta: Fortaleza/CE, Ceará Sporting/CE, Barras/PI (campeão piauiense sub-18/2012), Barras/PI (Campeonato Piauiense da Primeira Divisão em 2013), Uniclinic/CE (Campeonato Cearense da Segunda Divisão em 2013) e agora é finalista do Campeonato Piauiense Sub-19/2013 pelo Piauí Esporte Clube e seu time já está com vaga garantida para a Copa São Paulo de Futebol Junior de 2014. Como foi campeão sub-18 em 2012 pelo Barras/PI poderá sábado próximo ao lado do colega zagueiro Lucas Souza se tornarem os dois únicos bi-campeões entre os jogadores dos times finalistas, Piauí e Picos.
Leia abaixo na íntegra a matéria do Globo Esporte:
As semelhanças físicas podem dificultar a identificação, mas os trejeitos dentro de campo podem ajudar. O posicionamento, o olhar fixo no gol, o modo de chutar e o aproveitamento acima da média na cobrança de faltas, fruto de anos de inspiração em Ronaldinho Gaúcho, fez de Dindê, jogador de 18 anos, do Piauí Esporte Clube , uma unanimidade quando o assunto é bola parada.
Embora a vida tenha colocado os dois extremos geográficos, o destino tratou de tornar as emoções no esporte ainda mais semelhantes na vida de cada um. Enquanto o meio campo do Atlético-MG vive a euforia de levar o Galo pela primeira vez a uma final de Libertadores, o modelo genérico do Nordeste chama para si a reponsabilidade de ser o principal cobrador de faltas do Enxuga Rato, na final do Campeonato Piauiense Sub-19.
– Não quero ser o Ronaldinho fisicamente, mas se puder jogar no meu time um terço do que ele joga no Atlético seria muito bom. Faço questão de copiar porque ele é o melhor em quase todos os fundamentos, principalmente em faltas. Só não faço questão de ser baladeiro como dizem que ele é por ai – brinca o jogador.
Dindê x R10 (Foto: Renan Morais/GLOBOESPORTE.COM)Amigos do Piauí Esporte Clube ajudam Dindê a ensaiar cobranças semelhantes as de R10 (Fotos: Marcos Ribolli e Renan Morais)
Ao chegar à final do torneio estadual, Dindê confirmou seu nome na lista de atletas do clube piauiense que embarcam para Copa São Paulo de Futebol Júnior do ano que vem. No entanto, a promessa afirma querer ir adiante, alimentando o sonho de disputar também uma final de Libertadores.
– Nunca uma frase fez tanto sentido como aquela ‘eu acredito’, cantada pela torcida do Atlético-MG. Fiquei impressionado quando vi na TV. O espírito do nosso time aqui no Piauí é aquele, de saber que podemos mesmo com limitações. Se o Ronaldinho for campeão na Libertadores e eu no Piauiense Sub-19, vai ser um dos melhores dias da minha vida – vislumbra.
 Abaixo, fotos do craque Dindê em Teresina, no Piauí Esporte Clube.

Diego Albert

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *