Um público de aproximadamente mil pessoas está em frente ao aeroporto de Parnaíba Dr. João Silva Filho para receber a comitiva do presidente Jair Bolsonaro nesta quarta-feira(14). Vestidos com camisas com o rosto do presidente, faixas contra o PT, bandeiras do Brasil e do Piauí aguardam sua chegada. Bolsonaro irá discursar da sacada do aeroporto após sobrevoar os tabuleiros litorâneos.

A maioria das pessoas entrevistadas pelo Cidadeverde.com aprova o governo Bolsonaro. Um deles é o taxista Francivaldo Santos Silva, 40 anos. Segundo ele, uma das medidas que mais gostou foi a de não renovar a carteira de habilitação de cinco em cinco anos. 

“O presidente está adotando medidas impopulares mas que lá na frente vai reduzir a conta de energia, combustível e gás de cozinha”, argumenta.

A dona de casa Charlene Braga, 38 anos, foi com a família e deu nota mil para o governo. “Ele está fazendo muita coisa para o Nordeste. É hipocrisia de quem não está vendo. Vim aqui dá meu apoio, externar minha gratidão, pois é o único que está batendo nesse sistema de corrupção do Brasil”, afirma. 

O empresário Antonio Aires de Albuquerque, 76 anos, está vestido com o uma camisa de Bolsonaro com os dizeres: ‘capitão do Nordeste’. “Classifico o governo dele como ótimo, dou nota mil. Que Deus ilumine ele, porque ele é o capitão do Nordeste de corpo e alma”. 

Uma estudante marketing Ácia Priscila Rosa do Vale está com um cartaz pedindo para o presidente prestar atenção no movimento “vaporwaves” e quer entregar uma carta para o presidente. 

O saxofonista Douglas Araújo foi de Piripiri e toca para a multidão os hinos do Brasil e do Piauí. 

O prefeito Mão Santa chegou ao aeroporto e optou por entrar pelo lado onde estava o povo e foi recepcionado com aplausos e gritos de “mito”. 

Integrantes associação comunitária da Praia do Arrombado criticando o governo Wellington Dias que prometeu asfalto no acesso há oito anos e não cumpriu. Segundo a presidente da associação, Maria  Serrath, disse que são em torno de três quilômetros de piçarra que dificulta o acesso dos moradores e turistas. 

(*) Cidade Verde