Ao saírem do Centro de Treinamento da Toca do Rato, Bairro Usina Santana, zona sudeste de Teresina, três jogadores da base Sub-19 do Piauí foram assaltados, juntamente com o pai de um deles.

Os atletas do Piauizão estavam na parada de ônibus por volta das 18h30min desta Sexta-feira, 24 de Fevereiro, quando dois elementos se aproximaram numa motocicleta e portando armas de fogo,abordaram os atletas e o genitor de um deles, levando aparelhos de telefone celular, chuteiras e dinheiro.

Não é a primeira vez que atletas do Piaui Esporte Clube são assaltados nessa mesma parada de ônibus. “O policiamento é muito falho na região e a ação mais forte da PM-PI geralmente é fazer blitz, apreendendo apenas veículos com documentação atrasada, alvo principal, pelo que nota-se”; desabafou o senhor Roberto Veras, dono um sítio próximo a parada de ônibus,  em entrevista a reportagem do Tribuna do Nordeste,

Também em entrevista ao Tribuna do Nordeste o treinador Kennedy Gomes, do time Sub-19 do Piauí, disse: “Nos incomoda muito a falta de segurança nessa região. Teremos agora que começar os treinos mais cedo, a partir das 15 horas, para que termine as 17 horas no máximo. Estive com os atletas e seus pais no distrito policial da área, registramos boletim de ocorrência, vamos ver o que a polícia nos dá como resposta”, finalizou o treinador.

Em 2013 o jogador Silas, à época na base do Piaui Esporte Clube, também foi assaltado na mesma parada de ônibus. Esse assalto a Silas ganhou repercussão na imprensa nacional, pois os criminosos ainda pediram um autógrafo ao jogador após reconhecê-lo.