Em áudio vazado no WhatSapp, diretora da creche do povoado Titaras, do município de Porto, norte do Piauí, relata roubo de merenda escolar para parentes e amigos. O conteúdo deve ser encaminhado ao Ministério Público (MP-PI) com urgência para que o caso seja apurado. A servidora é de extrema confiança do prefeito Dó Bacelar para liderar aquela importante escola da zona rural.

O prefeito Dó Bacelar (Progressista) publicou na tarde desta quarta-feira (27) a portaria de exoneração da profª Doralice Gomes Lima do cargo em comissão de diretora da Creche Municipal Tia Fátima do povoado Titaras, na zona rural de Porto Piauí.

Doralice foi acertadamente exonerada depois do vazamento de um áudio no qual ela relata ter desviado merenda da creche para parentes e amigos, configurado um grave crime contra a administração pública.

Roubar merenda de crianças é uma crime grave da sociedade, configura crime de peculato, sobretudo na era de avanços no combate à corrupção no Brasil. A atual gestão tem a obrigação de emitir uma nota sobre este absurdo.

(*) Francisco Barnosa, portal Longah