Após a eliminação nos pênaltis nas semifinais da Copa do Nordeste Sub-20 de 2018 o  River Atlético Clube retornou as atividades em seu centro de treinamento, mas o planejamento tem alterações. Faltando quase três semanas para a estreia na 50ª Copa São Paulo de Futebol Junior, que acontece no dia 3 de Janeiro contra o Flamengo-RJ, atual campeão da competição. No Grupo do River-PI estão Flamengo-RJ, Trindade-GO e Jaguariúna-SP.

Essa semana os jogadores riverinos seguem somente em treinos físicos. A partir da próxima Segunda-feira, 17 de Dezembro,  serão realizados os trabalhos técnicos e táticos. O atacante Matheus Taumaturgo, artilheiro da Copa do Nordeste Sub-20 de 2018 com 8 gols em 7 jogos disputados, estava em São Luis-MA com a família e na manhã desta Quarta-feira chegou a Teresina para integrar-se ao grupo que disputará a Copa São Paulo.

A Copa São Paulo de Futebol Junior é a principal competição de base do Brasil e responsável por revelar grandes nomes do futebol nacional. Para os garotos do Galo Piauiense, além de honrar a camisa Tricolor a competição pode servir como trampolim pessoal.

“Sabemos do peso de uma Copa São Paulo no currículo e que dependendo do que fazermos as portas se abrem. Para mim então é ainda mais importante, pois vai ser a primeira vez que vou participar”, conta o volante Kaio, natural da cidade de Barras-PI e um dos mais experientes do grupo.

O River vem de um bom ritmo de jogos, pois até a última semana estava disputando a Copa Nordeste Sub-20. “Nosso grupo é muito unido e nós temos essa vantagem do entrosamento. Acredito que estamos em condições de garantir esse feito para o River e para o Estado do Piauí que é passar de fase”, afirma o atacante João Pedro, que é natural de Piripiri-PI.

A 50ª edição da Copa São Paulo de Futebol Junior conta com 128 clubes, divididos em 32 chaves. Os dois primeiros de cada chave avançam à fase de mata-mata. O River-PI está no Grupo 15, ao lado de Jaguariúna-SP e Trindade-GO e o Flamengo-RJ atual campeão da competição.

(*) Com informações de  Pâmella Maranhão, O Dia