Manifestantes fecham a rodovia Barras/Teresina. Polícia é acionada

 Manifestantes fecham a rodovia Barras/Teresina. Polícia é acionada
IMG040

Por volta das 05h20min desta Segunda-feira (24), foi iniciado um protesto na PI-113, entre as cidade de José de Freitas e Teresina. Os manifestantes pedem melhores condições de transportes e preços acessíveis ao bolso do trabalhador e pais de estudantes. O alvo principal das reclamações era a empresa São Joaquim, que detêm o monopólio da linha de ônibus de José de Freitas a Teresina.
Em determinado momento da manifestação os ânimos se alteraram entre os jovens, sobre o privilegio de trafegar na PI-113. Alguns dos manifestantes eram contra todo tipo de veículo passar na rodovia, mas grande maioria defendia a circulação dos veículos prioritários como ambulâncias e carro com pessoas doentes.
Em Barras uma pessoa sofreu acidente de moto na madrugada de hoje (24) em frente ao Estádio Municipal Juca Fortes. A ambulância do SAMU demorou mais de uma hora para chegar no local. O rapaz acidentado, que mora no Bairro de Fátima, teve parte do couro da cabeça arrancado, mas o hospital de Barras não tinha condições de atendê-lo devido a precariedade nos serviços prestados, a única ambulância estava quebrada e a ambulância do SAMU é proibida para ser usada em viagens fora do Município de Barras. Os barrenses também pretendem fazer manisfestações nos proximos dias contra o cáos administrativo que se instalou em Barras.
IMG043
A PI-113 ficou bloqueada pelos manifestantes por mais de 3 horas.
“Somos humilhados por esta empresa que suga todo o dinheiro de José de Freitas e leva para Teresina” disse o microempresário Geovane. A empresa de ônibus que fazem linha Barras/Teresina só tem ônibus velhos, sem ar-condicionado, alguns até com os vidros quebrados, além da passagem custar R$ 24,00 para se percorrer 120 Km entre Barras e Teresina. Enquanto que uma passagem Teresina/Água Branca (96Km) custa R$ 11,00 e Teresina Fortaleza/CE (600 Km) custa R$ 52,00.
A Polícia Militar esteve presente durante a manifestação. O major Avelar pediu aos manifestantes que liberassem a rodovia para que o trânsito fluísse normalmente. Os estudantes e trabalhadores rejeitaram a proposta.
IMG044
IMG045IMG048IMG050
IMG051
(*) Fotos: JFAgora

Diego Albert

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *