A Rede Globo de Televisão deixará de exibir os jogos da Taça Libertadores da América, a principal competição do futebol sul-americano. Isso porque a emissora, que por anos deteve exclusividade para transmitir partidas do torneio na TV aberta do país, pediu rescisão contratual junto à Confederação Sul-Americana de Futebol – CONMEBOL ,entidade responsável pela negociação dos direitos de transmissão.

O atual contrato entre Globo e CONMEBOL iria até a edição 2022 da Taça Libertadores da América. Em nota, conforme divulgado pelo portal UOL, a emissora brasileira informa que tentou renegociar valores, uma vez que a pandemia da Covid-19 paralisou a competição no decorrer dos últimos meses. Com a negativa de sua então parceira, a emissora resolveu romper o contrato. Na verdade a Rede Globo tem perdido grandes patrocinadores depois que começou a atacar o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, o que tem abatido a vida financeira da emissora de televisão.

Essa é a segunda perda recente da área de esportes da Rede Globo. Anteriormente, o canal rompeu acordo para transmitir jogos do Campeonato Estadual de Futebol do Rio de Janeiro. Segundo a cúpula da emissora, o acordo de exclusividade não foi respeitado quando o Flamengo, que não tinha contrato vigente com a empresa de mídia, resolveu fazer uso de Medida Provisória 984, assinada pelo Presidente Jair Messias Bolsonaro,  e transmitir em suas contas nas redes sociais uma partida. O Flamengo recebia em média R$ 500 mil da Rede Globo por jogo, com a transmissão pela internet viu esse valor ser multiplicado por quase dez vezes.

Tribuna do Nordeste