Já estão no Ceará os 100 policiais militares da Bahia que vão auxiliar no combate à onda de ataques criminosos no Estado. Os profissionais chegaram a Fortaleza pela manhã e deixaram a Academia Estadual de Segurança Pública no começo da noite para começar os trabalhos. Eles atuarão no Interior, principalmente na Região Norte.

Até a tarde deste domingo (6), já foram contabilizados mais de 100 ataques, em 33 municípios do Estado.

Os militares ficarão à disposição do Governo do Ceará até 20 de janeiro, segundo decreto assinado pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT). A parceria foi uma solicitação do governador Camilo Santana (PT). Além dos profissionais, seis viaturas e equipamentos próprios auxiliarão nas ações.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, os agentes de segurança baianos são todos de unidades especializadas em patrulhamento rural e urbano, além de quatro explosivistas, que trabalharão em conjunto com o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) do BPChoque da Polícia Militar do Ceará (PMCE).

Os PMs da Bahia são do Batalhão de Policiamento de Choque daquele Estado, da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE – do litoral norte e pólo industrial) e do Batalhão de Operações Especiais (Bope).