O Grupo de Apoio Especial de Combate ao Crime Organizado, cumpre nesta quinta-feira, 20 de Agosto de 2020, mandados de busca e apreensão em Carmópolis e Aracaju, no Estado de Sergipe, e também em dois municípios da Bahia: Salvador e Novo Triunfo. Os mandados fazem parte da operação denominada de Pandemonium, que investiga desvios e fraudes praticados no âmbito de contratos do município de Carmópolis com empresas baianas, pagos com recursos públicos destinados ao combate da pandemia mundial da Covid-19.

A operação visa apurar indícios veementes da prática de crimes contra a Administração Pública e de organização criminosa, voltadas ao desvio de recursos públicos da saúde. Com base nesses indícios, foram deferidos pelo Tribunal de Justiça de Sergipe os pedidos do Ministério Público Estadual de buscas e apreensões na Prefeitura de Carmópolis, nas sedes das empresas contratadas e em endereços residenciais dos investigados.

Além disso, fora determinado o afastamento cautelar do Prefeito daquele Município, além de um Secretário Municipal. Com a saída do Prefeito, deve assumir a gestão do Município o Presidente da Câmara de Vereadores local, notificado da decisão na data de hoje.

A Operação Pandemonium, do GAECO/SE, conta com o apoio operacional, na Bahia, do Gaeco do MP/BA, da SSP/BA e da Polícia Civil (DIP, DEPIN e DRACO). Em Sergipe, das Polícias Civil e Militar, por meio do DEOTAP, do Core, COE e ACI/PMSE. 

Embora sejam investigações distintas, houve a deflagração conjunta de Operações pelo MP/SE e pela Polícia Federal em Sergipe, esta última em razão de investigações de contratos envolvendo verbas públicas federais.

Tribuna do Nordeste