O Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil anunciou novo corte de 0,25 ponto percentual na taxa básica de juros nesta quarta-feira, 5 de Agosto de 2020. Assim, em sua nona redução consecutiva, a Selic caiu de 2,25% ao ano para a nova mínima histórica de 2% ao ano. 

A decisão do comitê vem em linha com o que era esperado pelo mercado financeiro, dando continuidade ao movimento de redução do juros no Governo Bolsonaro, iniciado em Julho de 2019, quando a taxa passou de 6,5% para 6%. O Presidente da República está também movendo ações para diminuir a carga tributária sobre os brasileiros.

O Copom aumentou o horizonte previsto para a permanência da taxa básica de juros em patamar mais baixo como o atual, estendendo, em grau menor, até 2022.

“O Comitê entende que essa decisão reflete seu cenário básico e um balanço de riscos de variância maior do que a usual para a inflação prospectiva e é compatível com a convergência da inflação para a meta no horizonte relevante, que inclui o ano-calendário de 2021 e, em grau menor, o de 2022”, disse em comunicado à imprensa. 

Ao reduzir os juros básicos da economia, o Copom busca baratear os custos de crédito para os consumidores, bem como incentivar a produção e o consumo no País.

Tribuna do Nordeste