A tradicional Festa da Purificação, feita em Santo Amaro, cidade do recôncavo da Bahia, retornará às origens, quando a festa da Rainha do Recôncavo era realizada em tríduo. Segundo o pároco da Paróquia Nossa Senhora da Purificação, Pe. Raimundo Mário de Santana, a festa religiosa ocorrerá entre os dias 29 de janeiro a 2 de fevereiro, com limite de 120 pessoas no templo.

Os interessados em participar fisicamente devem entrar em contato com a secretaria paroquial através do telefone (75) 3241-1172 para realizar o cadastramento de acesso à Igreja. A Pastoral da Comunicação (PASCOM) fará a transmissão através do canal PASCOM Purificação, no YouTube, e também através da rádio Excelsior Recôncavo.

Com o tema central: “Nossa Senhora da Purificação, nossa Mãe entre o Céu e a Terra” e os subtemas de cada noite, os católicos irão meditar sobre uma particularidade de Maria e que nos ajudarão no crescimento de nossa fé, na tomada de consciência de nossa identidade cristã e o verdadeiro significado da Mãe de Deus. A programação completa está disponível no site da paróquia.

No dia 2 de Fevereiro, Solenidade da Apresentação do Senhor e Purificação de Nossa Senhora, será celebrada às 5h, na Matriz da Purificação, a Missa da Aurora; às 10h, acontecerá a Solene Celebração Eucarística presidida pelo Bispo da Diocese de Cruz das Almas, Dom Antônio Tourinho Neto e, no final da tarde, a Imagem Milagrosa de Nossa Senhora da Purificação, a Rainha do Recôncavo Baiano, sairá em carreata por algumas ruas da cidade.

A Festa da Purificação é conhecida nacionalmente pela beleza de sua novena que foi composta no século XIX pelo músico santo-amarense, Domingos de Farias Machado (1819-1872), é um digno exemplo da rica tradição litúrgica da Igreja. A composição foi feita anteriormente ao Vaticano II que permitiu o uso das línguas vernáculas nos cultos católicos, assim a novena da Purificação mantém seu texto original, em Latim.