Mais de 200 estabelecimentos comerciais em Teresina, principalmente bares, foram fechados por descumprimento ao decreto, reeditado ontem, 21 de março de 2020, pelo prefeito Firmino Soares da Silveira Filho, que estabelece medidas urgentes para conter o avanço da pandemia da Covid-19.

O secretário da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas, Samuel Silveira, disse que o desrespeito ao decreto foi constatado, na grande maioria, nos bairros da Capital e que, em caso de resistência, o proprietário pode responder a um Termo Circunstanciado de Ocorrência.

“Esse trabalho tem sido de conscientização, mas se o proprietário se recusar a fechar, será conduzido e responderá a um TCO. O trabalho está sendo realizado pela Guarda Municipal que vai intensificar também a fiscalização no centro comercial da cidade para garantir o cumprimento do decreto assinado pelo prefeito”, disse Samuel Silveira. 

Os números 153, 190 e o (86) 3215-9317 foram disponibilizados para denúncias. Atualmente, 136 guardas municipais atuam no patrulhamento e, de acordo com o secretário Samuel Silveira, mais 280 homens que concluíram agora o curso de formação serão nomeados na próxima semana. 

Tribuna do Nordeste