O número de casos de Covid-19 confirmados na Bahia chegou a 49 na manhã deste domingo, 22 de março de 2020.De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Saúde da Bahia, oito novos casos foram confirmados no estado nas últimas 12 horas, todos diagnosticados pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA). Os novos casos são importados ou de transmissão local. Pela primeira vez, a cidade de barreiras, no Oeste, confirma um caso. Até a manha deste domingo, 601 foram descartados e não há óbitos registrados.

Os municípios com casos positivos são Salvador (28), sendo que um caso é importado, visto que o paciente reside na cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte; Porto Seguro (7); Feira de Santana (6); Lauro de Freitas (3); Prado (2); Itabuna (1); Camaçari (1) e Barreiras (1). Todos os pacientes encontram-se em isolamento domiciliar, adotando as medidas de precaução respiratória e de contato.

De acordo com a Sesab, os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. 

“É importante pontuar que o paciente com diagnóstico positivo para o novo coronavírus pode cursar com grau leve, moderado ou grave. A depender da situação clínica, pode ser atendido em unidades da atenção básica, unidades secundárias ou precisar de internação. Mesmo definindo unidades de referência, não significa que ele só pode ser atendido em hospital”, diz a pasta, em nota.

Os casos graves devem ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar.

O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Na suspeita de Covid-19, é necessária a coleta de uma amostra que será encaminhada para o Lacen-BA. Para confirmar a doença, é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o genoma viral. O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito.

Tribuna do Nordeste