O presidente jair Bolsonaro, que passou o dia sem se pronunciar sobre a soltura do ex-presidente Lula, disse a um pequeno grupo de militantes que estava na portaria do Palácio da Alvorada que não vai “entrar em canoa furada”, conforme registrou o jornal O Globo.

“Eu sou responsável por aquilo que acontece no Poder Executivo, tá Ok? Eu não vou entrar numa canoa furada. Eu tenho responsabilidade perante todos vocês”, declarou o Presidente da República Federativa do Brasil.