Imprudência e desorganização no trânsito de Barras exibida nacionalmente pela Rede Globo

 Imprudência e desorganização no trânsito de Barras exibida nacionalmente pela Rede Globo
Matéria exibida no Bom Dia Brasil, da Rede Globo, mostra a imprudênciano trânsito como fator que contribui para acidentes. Veja na íntegra!
“No Piauí, 90% das vítimas de acidente de trânsito são motociclistas. Muitos deles não usam capacete e não têm habilitação.
A frota do Piauí já passa de 800 mil veículos, em Teresina para cada 5 habitantes, 3 possuem carro. Na cidade de Barras, 46 mil habitantes, norte do Estado, o percentual de motos chega a 80%. O que se vê nas ruas, são cenas de imprudência. Muita gente anda sem capacete.
Nove em cada dez vítimas de acidentes de trânsito que dão entrada no Hospital de Urgência de Teresina são motociclistas. De acordo com a direção do hospital, 80% estavam sem capacete e embriagados. Essa combinação perigosa faz com que o índice de traumas de crânio provocado por esse tipo de acidente no Piauí seja bem maior que a média nacional.
“O trauma de crânio não deve ser tratado, deve ser prevenido. Porque quem sofre um trauma de crânio nunca mais volta a ser exatamente o que era”, alerta o neurocirurgião Daniel França.
Marcílio foi uma dessas vítimas. O estudante voltava do trabalho quando perdeu o controle da moto. Ele estava sem capacete. “Ele passou 28 dias na UTI, ficou com esse tremor. Passou sete meses sem mexer o lado direito. De fevereiro pra cá já fez três cirurgias. Foi muito difícil”, lamenta a mãe de Marcílio, Rosimeire Barros.
Segundo o Detran do Piauí, 230 mil motoristas estão habilitados para pilotar motos. Ou seja, cerca de 150 mil estariam circulando sem habilitação. No hospital de urgência, metade dos motociclistas atendidos não tinha o documento.”

ASSISTA A MATÉRIA NO LINQUE ABAIXO:
Clique no linque a seguir e veja matéria com muitas fotos sobre a situação difícil no trânsito das ruas de Barras: http://www.tribunadebarras.com/2012/12/transito-confuso-no-crescente-centro.html

Diego Albert

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *