Os usuários de ônibus da cidade de José de Freitas, distante 70 Km de Barras e 50 Km de Teresina interditaram mais uma vez a rodovia PI-113 e estão impedindo a circulação de veículos. A rodovia que liga Barras a Teresina está ocupada desde às 4h30min desta Quinta-feira (26). 

Fotos: Fabiano Silva

Eles afirmam que o acordo firmado com a empresa de ônibus que faz o transporte da população para a capital não está sendo cumprido e pedem a redução das passagens, melhoria dos veículos e mais linhas. 


O estudante Jailson da Cruz informou que após as manifestações do mês de junho ficou acordado que o preço para todos os usuários ficaria em R$ 3. “O empresário prometeu novos ônibus e melhorias, mas nada disso aconteceu. Recentemente ele fez um acordo com a prefeitura que decidiu não subsidiar mais os trabalhadores, só os estudantes. Também entraram com uma liminar contra a decisão do estado que permitia mais empresas atuando na linha. O serviço estava uma maravilha, agora piorou. Queremos que o Estado recorra também”, declarou.  


O prefeito da cidade de José de Freitas, Josiel Batista da Costa, informou que já conversou com o proprietário da empresa que faz a linha para o município e que o subsídio para os estudantes está garantido. 

“Vamos levar o projeto de lei para ser votado na próxima terça-feira (1º) na Câmara Municipal. Esta questão já está resolvida. Vamos criar um conselho que irá cadastrar todos os estudantes e fará o controle tudo pela internet. No caso dos trabalhadores, a tarifa foi reduzida de R$ 4,60 para R$ 4. Estamos estudando uma possibilidade de podermos reduzir mais; o problema é que não há lei para isso. Mas estamos com toda boa vontade de beneficiar o povo da melhor maneira”, garantiu o prefeito que diz estar disposto a conversar com os manifestantes.


(*) Carlos Lustosa Filho, Cidade Verde, portal parceiro do Tribuna de Barras