Balneário Flutuante, o local onde os barrenses se esconderam da Chica Égua         
BARRAS (PI) – Somente cerca de 350 pessoas, destas aproximadamente 70% oriundas de outras cidades, compareceram a concentração do Bloco Dinamite na tarde/noite desta Segunda-feira (20) de Carnaval. O público feminino também foi diminuto, somente cerca de 20% era formado por mulheres.
As famílias barrenses aconselharam seus filhos a não comparecerem à concentração do Bloco Dinamite após as matérias publicadas pela tribunadebarras.com mostrando o alto nível de pornografia tanto nas letras como coreografias. Veja links a seguir: -(1)  http://www.youtube.com/watch?v=OyHjsTKQp84&feature=related
O público barrense preferiu lotar o Balneário Flutuante (Bairro Porto do Fio)  e a Praça Senador Joaquim Pires (Centro Histórico de Barras).
“Cantando” na concentração do Bloco Dinamite para seu público aproximado de 350 pessoas o vocalista da banda Chica Égua revoltou-se contra o editor da tribunadebarras.com (que logicamente não estava presente) e imitou o banda baiana Black Style ao agredir uma deputada baiana com uma das suas músicas. Só que aqui em Barras eles ofereceram a música “Taca o Pau na cara dele” ao jornalista Reinaldo Barros Torres, editor da tribunadebarras.com
Vendo o show com pouco público os membros da Chica Égua tentaram atrapalhar o show da internacional Banda Olodum, de Salvador/BA, colocando carros de som de amigos com músicas da Chica Égua em todas as esquinas (de um lado e de outro) das ruas que cortavam a Avenida Pinheiro Machado (Corredor da Folia). O alto som dos carros dos amigos dos músicos da Chica Égua logicamente que não conseguiu abafar o som do trio-elétrico do Oludum e passou praticamente despercebido já que eram poucas as pessoas que se arriscavam em ficar “dançando” as músicas da banda pornográfica de swingueira próximas aos carros de som.
Já por volta das 3 horas da manhã de terça-feira (21) quando o Olodum encerrava sua apresentação precocemente devido ao horário do vôo que levava a banda para Salvador (o Olodum fecha o carnaval de Salvador nesta terça-feira), os membros da Chica Égua revoltados com “a virada de costas” dos barrenses para a depravada banda teresinense, distribuiram CD’s para carros de som que passaram a circular por toda a cidade de Barras até as 7 horas tocando suas músicas em alto volume o que chegou a gerar interferência da polícia.

Abaixo fotos dos barrenses no Balneário Flutuante, refugiando-se da concentração do Dinamite.

(*) Fotos: Ivaldo Rômulo Sousa, Renan de Sousa, Daniel Santos e Reinaldo Barros Torres, reportres da tribunadebarras.com. Texto: Reinaldo Barros Torres (editor)