Eletricistas da Eletrobrás atuantes na área de corte e religação.

As negociações de débitos das Prefeituras com a Eletrobras Distribuição Piauí são feitas continuamente. No momento, há 15, das 224 prefeituras piauienses, em débito com a empresa; as demais estão adimplentes ou já negociarão as dívidas.

Ao quitar ou parcelar as faturas de energia em atraso, são concedidos descontos especiais aos prefeitos: 50% de abatimento dos juros de mora e multas e parcelamento de acordo com as características do débito de cada Prefeitura, podendo chegar em até 180 meses.
“Estamos na reta final das negociações com condições especiais. Até a próxima sexta-feira (4), as Prefeituras que ainda estão em débito com a Eletrobras Distribuição Piauí devem procurar a concessionária para quitar ou parcelar a divida”, alerta o assistente da Diretoria Comercial, Antônio Pereira.
Ele ressalta que os prefeitos devem procurar a empresa até o próximo dia 4 para tomarem alguma atitude em relação às contas de energia elétrica em atraso. Caso contrário, terão os nomes enviados para o Tribunal de Contas do Estado-TCE e poderão sofrer as consequências pelo descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, como se tornar inelegíveis. Além disso, a concessionária fará cobrança via judicial e suspenderá as condições especiais de pagamento.