Praia de Barra Grande, no Litoral do Piauí, reserva um dos mais belos cenários do estado (Foto: Patrícia Andrade/G1)Barra Grande, no Litoral do Piauí, reserva um dos mais belos cenários do estado (Foto: Patrícia Andrade)
Mar de azul indescritível, vento forte e tranquilidade. Essas são as principais características da Praia de Barra Grande, localizada no município de Cajueiro da Praia, no Litoral do Piauí, distante 400 quilômetros de Teresina.  A atividade turística gira em torno de três eixos: passeio da trilha do cavalo-marinho; lazer de sol e praia e a prática esportiva de kite surf.
Pousadas aliam decoração rústica ao aconchego da natureza (Foto: Patrícia Andrade/G1)

Pousadas aliam decoração rústica ao aconchego



da natureza (Foto: Patrícia Andrade)


Pousadas, bares e restaurantes com arquitetura rústica, porém sofisticada, têm se integrado aos poucos ao cenário paradisíaco de Barra Grande.  Por lá as opções de hospedagens vão desde pequenos chalés (para grupos de até quatro pessoas) aos quartos para casal. Em boa parte dos estabelecimentos os hospedes podem desfrutar da linda vista para o mar. Os preços das diárias variam entre R$ 145 a R$ 400 com acomodações que vão desde os quartos mais simples a chalés e kite house (especial para os kitesurfistas).
Pousadas oferecem chalés para grupo de até quatro pessoas (Foto: Jaqueliny Siqueira/G1)

Estabelecimentos têm chalés para grupo de até



quatro pessoas (Foto: Jaqueliny Siqueira)


Quem busca por tranquilidade durante períodos de férias e feriados prolongados acerta em cheio ao escolher Barra Grande. “Não conhecia o litoral do Piauí. Estou adorando. E a Praia de Barra Grande é o local perfeito para quem busca por paz e calma, como eu”, conta a professora paranaense Bruna Pereira, 25 anos.

Mas a Praia de Barra Grande não tem sido frequentada apenas pelos amantes do kite surfe ou por aqueles que buscam calmaria. O local tem sido o roteiro de muitos casais apaixonados, que inclusive têm feito reservas especiais nas pousadas para a celebração de casamentos. “Nós já estamos com a pousada fechada para cinco casamentos este ano. Normalmente são recepções mais reservadas, só para familiares e amigos bem próximos. A capacidade é para 50 a 60 pessoas”, conta Rodrigo Alves, recepcionista da pousada BGK, na charmosa Rua Pontal da Barra.

A gastronomia é outro destaque à parte. Os pratos servidos são regionais e levam frutos do mar. Lagosta, camarão ao alho e óleo, ostras e a corda de caranguejo estão entre as opções do cardápio de Barra Grande que inclui ainda o arroz de leite e um maravilhoso filé ao molho de ervas finas. Além da cerveja gelada servida pelos inúmeros quiosques ao longo da praia, o turista ainda encontra uma grande variedade de caipirinhas, que levam vodka, suco e pedaços de frutas.

Corda de caranguejo é um dos petiscos mais apreciados (Foto: Patrícia Andrade/G1)Corda de caranguejo é um dos petiscos mais apreciados (Foto: Patrícia Andrade)

Barra Grande pode ser apenas o ponto de partida para o turista, que tem ainda a oportunidade de desfrutar de passeios para outros roteiros da região como o Delta do Parnaíba, Passeio dos Lençois Maranhenses, Jericoacoara, no Ceerá e ainda serras e cachoeiras.

Bem a vontade, o Henzo Henrique Barros Leite relaxa num dos hotéis de Barra Grande. Foto: Nair Félix Barros.

Empreendedorismo






O mar, a tranqüilidade e o charme que reserva a Praia de Barra Grande vem despertando também para o empreendedorismo. A paixão pelo local fez três amigas viajarem por pelo menos 10 vezes para lá. Entre tantas idas e vindas, a jornalista Juliana Nogueira e as fonoaudiólogas Priscila Franco e Lidiana Pires, perceberam que alguns serviços estavam deixando a desejar e foi aí que nasceu a idéia do Café Ternura.
Três amigas deixaram a capital para investir em um café na Praia de Barra Grande (Foto: Arquivo Pessoal)

Três amigas deixaram a capital para investir em um



café na Praia de Barra Grande (Arquivo Pessoal)


“Começamos a pensar em algo que não precisasse de um investimento tão alto e daí veio a ideia do café. Fizemos mais uma viagem para Barra Grande e na volta já colocamos tudo no papel e iniciamos as compras. No dia 18 de dezembro do ano passado, durante nossas férias abrimos o Café Ternura”, contou Juliana Nogueira.
A experiência do trio deu tão certo que as amigas arrumaram as malas e se mudaram de vez de Teresina para Barra Grande. “Ouvir de uma chef de cozinha de São Paulo, que conheceu o Café Ternura,  que ele era uma das melhores coisas de Barra Grande, nos deixou bobas e com muito mais vontade de continuar”, contou as meninas.

Já para a professora Claudete Maria Miranda Dias, que mantém uma casinha de pescador há 24 anos, quando Barra Grande ainda era inacessível, um tratamento médico acabou se transformando em uma oportunidade para montar seu negócio. Após procurar tratamento no Rio de Janeiro para uma depressão, Claudete voltou ao Piauí e foi nesse paraíso do litoral piauiense que ela diz ter encontrado a cura.

“Fiquei curada sem tomar remédios só com o sossego e a natureza. Aqui era um refúgio tranquilo que se transformou de uns quatro anos pra cá com o aumento do turismo no litoral”, conta.

A professora Claudete Maria buscou o refúgio em Barra Grande para cura de stress (Foto: Divulgação)A professora Claudete Maria buscou o refúgio em Barra Grande para cura de stress (Foto: Arquivo Pessoal)
No entanto, a professora teve que deixar o sossego um pouco de lado e se tornou uma empreendedora em Barra Grande e hoje é proprietária de uma cafeteria e um restaurante, fruto da parceria com dois sobrinhos.

“Depois que me aposentei da Universidade Federal do Piauí a intenção era usufruir desse paraíso sem muito trabalho, mas a realidade mudou e eu vi que não poderia ficar parada vendo o turismo crescer a cada dia. Estamos atualmente com uma pequena estrutura, mas bem equipada pra atender qualquer turista”, conta Claudete.

Como chegar:


Barra Granda fica fica a quase 400 Km de Teresina (Foto: Adelmo Paixão/G1)
O aeroporto mais próximo é o de Teresina, a cerca de 400 km de distância. Até Barra Grande, o trajeto segue pela BR 343. O aeroporto de Fortaleza no Ceará, já fica a uma distância de 460 km e segue percorrendo as estradas BR-222, CE-364, CE-202 e BR-402. Nos dois casos as opções são carro ou ônibus até o vilarejo de Barra Grande.
De ônibus, a única possibilidade é pela Empresa Guanabara em um trajeto de 330 km de Teresina ou Fortaleza até Parnaíba (PI), e de lá o turista tem como única opção micro-ônibus da empresa Damasceno, ao custo de R$10. São aproximadamente 55 km até Barra Grande.



Onde ficar e o que comer:
– Pousada Rota dos Ventos
Rua Pontal da Barra, nº234
Quarto para casal (diária): R$185,00 a R$285,00
(Inclui café da manhã)
*Comidas oferecidas:
Pizza: R$24,00 a R$34,00
Saladas: R$20,00 a R$22,00


Pousada Muálem
Rua da Praia, S/N
Contato: (86)3369-8060
Quarto para casal (diária): R$150,00
(Inclui café da manhã)
*Comidas oferecidas:
Filé na chapa (com batata frita – Para 2 pessoas): R$55,00
Filé de Pescada ao molho de camarão (com arroz e farofa – Para 2 pessoas): R$60,00


Torre de Chocolate
Rua Pontal da Barra
Contato: (86) 3369-8050
Quarto para casal (diária): R$165 a R$250
Quarto Triplo (diária): R$205 a R$300 (Reservas apenas por e-mail)


* Vale ressaltar que em baixa temporada, os valores desses pratos diminuem. O File na Chapa, por exemplo, chega a custar R$ 39,00.


– Restaurante ‘O Panelão’
Contato: (86) 3369-8079
1KG de Contra-filé (c/arroz, feijão, fritas, farofa e salada –Para 4 pessoas): R$ 60,00
1KG de Picanha (mesmos acompanhamentos-Para 4 pessoas): R$ 75,00
Peixada ao molho de camarão (mesmos acompanhamentos-Para 4 pessoas): R$ 65,00
Filé de Pescada (mesmos acompanhamentos-Para 4 pessoas): R$ 75,00
-Prato feito (c/filé ou contra-filé): R$ 20,00
-Prato feito (c/peixe frito): R$ 15,00

(*) Patrícia Andrade