Farra com dinheiro público: aos olhares e filmagens de crianças a Mulher Melancia é colocada como referência na cidade de Jatobá do Piauí.
Absurdo! Uma pessoa como a “Mulher Melancia” colocada como referência pela Prefeitura Municipal de Jatobá do Piauí, paga com dinheiro público e ainda escoltada por policiais militares! Se essa escolta foi do conhecimento do comando da Polícia Militar do Piauí seria melhor seu comandante rasgar a farda.
A Polícia Militar é paga para fazer isso? Os policiais são pagos com dinheiro do contribuinte para protegerem a sociedade e manterem a ordem e a disciplina nos locais públicos (o que não acontece em nosso Estado); portanto, a escolta deveria ser feita, se necessária, por seguranças particulares, jamais por policiais militares ou civis.

(*) Foto: Francisco Gilásio



Prefeitura de Jabotá do Piauí entra em contato com o Tribuna de Barras e faz registro da informação oficial sobre o caso. Leia abaixo:

Andressa Soares não esteve no evento como o símbolo sexual “Mulher Melancia”. Ela esteve como repórter da TV Record e por isso mesmo não fez nenhuma dança, apenas gravou matérias dirigidas pela produtora do programa “Melhor do Brasil”, Carina Dias e participou das competições, inclusive colocando a faixa na rainha da melancia.
Andressa não veio ao evento contratada pela prefeitura e sim pela própria TV Record, com quem tem contratado e faz o que emissora pedir. Tanto que ela não fez parte do material de mídia oficial do evento. O único gasto da prefeitura foi oferecer logística à dançarina e sua empresária. A prefeitura pagou duas diárias na Pousada João do Churrasco, em Campo Maior para a Andressa e sua empresária. As duas ficaram de 20:0hs de sábado às 03:30hs da manhã de domingo, mas foram pagas as diárias completas, mas nem mesmo a alimentação foi paga pela prefeitura.
A respeito da segurança, a prefeitura enviou ofício ao comandante do 15º BPM e à delegacia Regional requisitado policiamento e uma delegacia móvel ao evento, pedido prontamente atendido pelo Comandante Major Cordeiro e pela Delegada Ana Luiza Marques Reis  e a polícia estava ali para fazer a segurança de todos os presentes, inclusive a Andressa, se precisasse.
A foto em questão mostra o momento em que Andressa Soares se dirigia ao palco onde aconteciam as competições. Neste deslocamento ela passaria por um público estimado pela própria policia em 10 mil pessoas. Por ser uma pessoa pública, a própria polícia achou por bem oferecer um suporte, mas de forma alguma estava ali para a segurança exclusiva da repórter. Os seguranças, contratados pela prefeitura, foram chamados ao palco pelo cerimonial do evento, para evitar que, com a presença de Andressa Soares, muitos populares tentassem subir também ao palco.
No mais, a presença de Andressa Soares, sem dúvida que ajudou a projetar ainda mais a festa e ela não onerou de forma alguma o evento, tendo sido muito simpática e sem nenhuma exigência, como camarim ou mesmo segurança exclusiva. Ajudou, inclusive, na organização do evento ao gritar o leilão da maior melancia. Agradecemos a todos que, de alguma foram colaboraram com o evento e nos colocamos a disposição para quaisquer esclarecimentos.