Água Branca (PI) – A  2ª Companhia do 3º Batalhão da Polícia Militar do Piauí, sediada em Água Branca, 17 mil habitantes, localizada a 96 Km de Teresina e a 216 Km de Barras, sob o comando do Tenente Viana, através da FORÇA TATICA, realizou a prisão de Seis indivíduos suspeitos de participação em roubos de carga e Agências Bancárias no Piauí e Maranhão.
A quadrilha era composta por quatro homens e duas mulheres, naturais do Ceará. Os meliantes suspeitos de envolvimento com roubos a cargas e caixa eletrônicos de alguns bancos do Piauí e Maranhão, foram presos por volta das 4 horas de sábado na localidade Estaca Zero, Km 8, que dista 15 km de Água Branca.
Após serem comunicados do trânsito dos indivíduos na BR 316 no sentido de Elesbão Velos a Teresina, a Força Tática, montou barreira na comunidade Estaca Zero e capturou os bandidos.
Com eles foram aprendidos R$ 5.784 mil, sete celulares, uma pistola calibre 380, um Fiat Palio de placa OCE-2373 e uma moto CB-300 de placa ARR-9174.
Entenda o Caso:
A quadrilha é suspeita de roubar a agência do Bradesco de Aroazes, na madrugada de sexta-feira (23). A prisão aconteceu após o veículo usado na fuga capotar e os criminosos seguirem pelo matagal.
Em entrevista o delegado regional de Elesbão Veloso, Odilo Sena, afirmou com os policiais civis conseguiram capturar os bandidos. A Polícia Militar, comandada pelo coronel Wagner Torres, também participou da ação .
“Eles roubaram um carro na cidade de Timon, no Maranhão, e foi justamente este veículo usado na fuga, após o roubo em Aroazes. O helicóptero da Polícia Militar foi acionado para colaborar nas buscas orientando a equipe de policiais que faziam a perseguição por terra. Em um determinado ponto, eles tiveram um acidente e abandonaram o carro seguindo pelo mato”, revela o delegado.
Ainda de acordo com o Odilo Sena, a quadrilha foi presa quando saiu do matagal em direção à BR. “Os suspeitos roubaram uma motocicleta e um carro em Elesbão Veloso, mas foram abordados quando tentavam passar pela cidade de Água Branca”, conta.
Com os suspeitos foram encontrados uma motocicleta, um veículo modelo Pálio de cor preta, armas e uma quantia elevada em dinheiro, que segundo o delegado não será divulgada para não estimular novos assaltos.
Para o delegado, os presos são responsáveis por vários assaltos que ocorreram na região. “Eles enviavam um olheiro a cidade para verificar em quais destas havia menos policiamento e fiscalização nas agências. Em seguida, eles marcavam a data e praticavam o assalto”, explicou o delegado.
Odilo Sena revela também que a mulher, ainda sem identificação, é considerada a chefe da quadrilha. “Há indícios deque a mulher seja a chefe da quadrilha, já que ela esteve presente em todos os locais onde os crimes ocorreram. Ela já foi reconhecida por policiais que trabalhavam  nas ocorrências, inclusive ela chegou a ser citada como acusada em um assalto a Elesbão Veloso, mas não foi reconhecida. Acreditamos que a mulher arquitetava tudo”, acrescentou.
Os presos estão na delegacia de Água Branca, mas até o fim da tarde deste sábado (24) , eles devem ser recambiados por policiais do Grupo de Repressão ao Crime Organizado,(Greco) para Teresina ou para uma unidade prisional. A Polícia também aguarda a chegada dos agentes do Grego para fazer o interrogatório e a identificação dos presos.

(*) mpiaui.com, portal parceiro do tribunadebarras.com