Rio Marathaoan, em Barras. 
O governador do Piauí, Wilson Martins (PSB), foi ao Encontro dos Rios, em Teresina, na manhã desta quinta-feira (4) para iniciar o “repovoamento” do Rio Parnaíba. Ele, juntamente com técnicos do DNOCS e da CODEVAF, fizeram a soltura simbólica de alevinos da espécie Curimatá.

O rio ganhará 100 mil filhotes de espécies nativas, que estão em risco de extinção. Segundo o governador, essa é uma atividade importante, principalmente para os pescadores que utilizam a piscicultura como fonte de renda. 

“Os alevinos da espécie Curimatá que estamos soltando foram produzidos pelo Dnocs em Piripiri. Nosso projeto é também colocar Surubim, da qual toda a sociedade gosta. Com o assoreamento dos rios, o barramento e a estiagem, houve uma queda muito grande no número de peixes, dos quais os pescadores se utilizavam como fonte de alimentação e renda. Por isso estamos aqui para repovoar”, declarou Martins.

O governador afirmou que além de ajudar para que esses peixes não entrem em extinção, também contribui com a atividade da piscicultura e para a preservação do meio ambiente. A ação começou em abril e 30 mil espécies já foram soltas na barragem Salinas.
A ação do governador Wilson Martins bem que deveria ser copiada pelo prefeito de Barras, Edílson Sérvolo. O repovoamento de peixes no Marathaoan, Longá, Corrente, Riachão é uma necessidade que urge em nosso Município, além claro, da preocupação com ações de ataques ao meio-ambiente e a preservação das margens dos nossos rios e riachos.