Movimento Todos pela Educação divulgou ontem novos e alarmantes dados sobre o ensino no Brasil: apenas 14,7% das crianças matriculadas no último ano do ensino fundamental, incluídas as de redes públicas e particulares, sabem o mínimo esperado em matemática para esta etapa. Em língua portuguesa, são 26,2%. Entre os mais novos, que estão no 5º ano, o dado melhora um pouco: 32,5% atingem o aprendizado para esta série em matemática e 34,2% em português.
 Os dados apresentados ontem são de 2009, medidos pela Prova Brasil, aplicada a estudantes pelo Ministério da Educação a cada dois anos. Se forem analisadas por cidade, uma novidade divulgada este ano, as estatísticas são ainda mais alarmantes. Em nenhuma capital brasileira metade dos alunos alcançou o mínimo esperado para a série que cursava em 2009.
 Alguns municípios não tiveram dados tabulados por não terem feito a Prova Brasil em 2009. A exemplo do que ocorre em outros rankings, alguns pequenos municípios se destacam, como Cândido Rodrigues, em São Paulo, e Cocal dos Alves, no Piauí.
 O Movimento Todos Pela Educação apresenta a evolução brasileira na educação rumo a cinco metas estabelecidas pela ONG, desde 2006: 1) Toda criança e jovem de 4 a 17 anos na escola; 2) Toda criança plenamente alfabetizada ate os 8 anos; 3) Todo aluno com aprendizado adequado a sua serie; 4) Todo jovem com Ensino Médio concluído ate os 19 anos e; 5) Investimento em Educação ampliado e bem gerido.
 No Piauí, 62,8% dos municípios atingiram a meta de aprendizado adequado à idade série para o 5º ano do ensino fundamental em matemática e 39,9% em português; apenas 30,9% atingiram a meta para o 9º ano em matemática e 68,9 em português.
 Os dados do Movimento Todos pela Educação são divulgados no momento em que, no Piauí, na rede estadual de ensino, as aulas de 2012 vão começar com um mês de atraso, em relação às da rede particular, e uma greve de professores abre o ano letivo na capital. É assim, nesse ritmo, que vamos tirar o atraso e superar as dificuldades da escola pública?