Quem é fã de cerveja sabe: nada como ter aquele produto exclusivo e produzido artesanalmente para fins de degustação.

Em Fortaleza, a cerveja rústica ou considerada caseira já é uma realidade e consiste em um mercado em ascensão. Ainda com poucos rótulos locais nascem sommeliers e produtores conforme a expansão desse nicho.

Um desses nomes é o de André Luiz Silva, da Promess Beer.“Eu fiz um curso de cerveja há uns 4 anos e achei muito interessante a ideia de você poder fazer sua própria cerveja, comprar os insumos, fazer na cozinha de casa e ter produto de uma qualidade muito boa”, conta o paraibano morador de Fortaleza há 20 anos.

Idealização

André deu um salto de produção de 20 para 1.000 litros em menos de um ano. “Para você ver como a demanda está crescendo. Abriram vários bares e lojas especializadas em cervejas artesanais na cidade. A cerveja que criei é 100% nordestina porque foi idealizada em Fortaleza, mas hoje a empresa fica em João Pessoa e está sendo produzida em Pernambuco”.

André sempre viajava e bebia cerveja de qualidade fora do país, mas – quando estava de volta – procurava e não achava no Brasil. Quando encontrava, os preços não eram tão acessíveis.

Para ele, as pessoas passam a ter curiosidade em saber que existem cervejas de uma qualidade maior no mercado brasileiro. “Nós que fazemos cerveja procuramos isso, estamos cansados de tomar esses produtos comerciais. A cerveja de qualidade superior, puro malte, adicionado de aromáticos. Então, a ideia foi começar a fazer cervejas boas”.

A Promess Beer dura em torno de 30 dias para ter a produção finalizada. “Eu comprei os insumos, os equipamentos, panelas de cozinha e, não que seja impossível fazer, é muito complicado e trabalhoso, o processo dura em torno de 30 dias”.

O engenheiro de produção comenta que sua primeira cerveja ficou saborosa e foi elogiada por um dos melhores sommeliers de Fortaleza. “Como uma receita de bolo, você erra, mas são normais e, seguindo direito a receita, ela sai uma cerveja boa”.

A empresa está presente em 7 cidades diferentes: Fortaleza, Recife, João Pessoa, Campina Grande, Natal, Sobral e Juazeiro do Norte. A cerveja de 500 mL é vendida a R$ 24,90.

(*) Tribuna do Ceará