O Conselho da Eletrobras Piauí definiu em reunião realizada na terça-feira (24) a indicação do nome do diretor de operações, Marcelino Machado Cunha Neto, para assumir o cargo de presidente da distribuidora. O cargo foi autorizado por solicitação de políticos e autoridades piauienses. Marcelino Cunha é natural de São Luis/MA e ligado politicamente ao grupo dos senadores José Sarney e Edison Lobão.

Fotos: Evelin Santos

O comando da Eletrobras Piauí estava concentrado no Rio de Janeiro, motivo de reclamação constante da população piauiense, pela falta de alguém com autoridade para tomar decisões sobre as questões da companhia energética no Estado. 

Marcelino Cunha informou a imprensa que ainda não há data prevista para sua posse no cargo, mas isso deve ocorrer nos próximos 30 dias.

“Ainda dependemos da deliberação do conselho nacional da Eletrobras. Mas essa é uma antiga reivindicação e estamos buscando atender o clamor da população”, declarou o diretor. 

Questionado sobre os recursos autorizados pela presidente Dilma Rousseff (PT) para a empresa, Cunha afirmou que a verba deve chegar ao Estado a partir do mês de julho, pois depende de transações da Eletrobras nacional com instituições financeiras, como Caixa Econômica Federal e BNDES.

Reunião
O Conselho de Consumidores da Eletrobras Piauí realizou nesta quarta-feira (25) sua audiência bianual. Estiveram presentes diretores da empresa, além representantes dos setores industrial, comercial e clientes residenciais. 


Na ocasião, os diretores da companhia energética explanaram sobre os investimentos, crescimento dos consumidores, expansão de linhas. Mas também ouviram muitas reclamações, sobretudo relacionadas a interrupções do fornecimento e demora na retomada do fornecimento de energia.

O presidente do conselho e da Associação Industrial Piauiense, Gilberto Pedrosa, afirmou que a reunião foi bastante produtiva. “Nós atingimos nosso objetivo principal que era colocar em contato os consumidores e a diretoria da Cepisa. Ficamos satisfeitos com o resultado e estamos a disposição de qualquer consumidor que queira fazer alguma reclamação”. 

Participaram da reunião Luiz Antônio Veloso (representando a classe comercial), Rosemary da Conceição (pelos consumidores residenciais), Reginaldo Soares Veloso (da classe rural), Sérgio Rodrigo Martins Gallas (do poder público), Gladys Gomes Martins de Sousa (do Ministério Público), André Baia (presidente do sindicato dos industriais) e José Vieira dos Santos Filho e Fabrício Louchard da Cunha (representando a Eletrobras). 

(*) Carlos Lustosa Filho