Um casal, de identidade não revelada pela polícia, foi preso no município de Guaíra, no interior do Estado de São Paulo, acusado de negociar a compra de uma criança recém-nascida com uma piauiense grávida.

Segundo  a Polícia Civil, a menina nasceu há um mês na maternidade da Santa Casa, em Guaíra-SP e seria vendida ao casal por cerca de R$ 80 mil. A polícia foi acionada por meio de uma denúncia anônima.

A investigação da Polícia Civil de São Paulo descobriu que o casal mantinha contato com a gestante por meio das redes sociais e prometiam vários benefícios. Ela foi até a cidade de Guaíra e começou a ter atendimento médico, pré-natal, foi abrigada e ganhou roupas.

O casal foram indiciados por tráfico de pessoas para fins de adoção ilegal, utilizando de vantagem econômica.

A criança foi encaminhada para um abrigo, onde deverá ficar até ser adotada legalmente.