Michele Ferreira, 20 anos, e sua mãe Edileuza Ferreira foram presas na manhã desta quarta-feira, 27 de Março de 2019, suspeitas de abandonarem feto no quintal de casa em meio a cachorros em Parnamirim, cidade da região metropolitana de Natal, capital do Rio Grande do Norte. A Polícia Civil recebeu a denúncia e foi até a residência que fica na Rua Fortaleza, no bairro de Rosa dos Ventos. O bebê foi encontrado morto e sem uma parte da perna. Edileuza Ferreira disse que sentiu mau cheiro na noite da terça e que os cachorros tinham encontrado o feto. O sobrinho dela chamou a polícia.

Mãe e filha foram encaminhadas para a Delegacia do município. Em depoimento ao delegado Luiz Lucena, Michele Ferreira confessou ter feito o parto na terça-feira (26) e enterrado o feto. A mãe disse à polícia que não sabe se o bebê nasceu vivo ou morto, nem se era menino ou menina. Michele inocentou a mãe. Ela relatou que tinha um namorado que morava em Ponta Negra e que quando contou que estava grávida ele sumiu. Michele disse à polícia que não teve coragem de contar à mãe e que trabalhava cuidando de uma criança de 4 anos, por essa razão não tinha condições de criar um bebê.

O delegado Luiz Lucena afirmou que acredita na participação da mãe de Michele. A mulher de 20 anos foi encaminhada para a Unidade de Pronto-Atendimento de Parnamirim para exames e para a polícia investigar o fato dela já ter procurado a UPA na terça-feira.

(*) OP9