Meia Dindê e zagueiro Lucas Souza com a taça de campeão piauiense Sub-19/2013 pelo Piauí Esporte Clube. 
Eles são cearenses de Fortaleza, ambos com 18 anos. Lucas Souza, zagueiro muito técnico e de boa visão de jogo e Dindê – meia de forte vigor físico, afinado toque de bola, eximio cobrador de faltas e de escanteios, sagraram-se campeões piauiense Sub-18 em 2012 vestindo a camisa do Barras Futebol Club. Ontem, sábado (27) eles voltaram a ser campeões em solo piauiense, desta vez da categoria Sub-19 pelo Piauí Esporte Clube.
Consagrados pela mídia esportiva piauiense pelo grande futebol que apresentaram vestindo a camisa do Piauí, ambos são nomes garantidos pela diretoria do time rubroanil da capital piauiense para a Copa Piauí Profissional a ser realizada neste semestre e para a Copa São Paulo de Futebol Júnior 2014. Em 2013 eles já disputaram a Copa São Paulo pelo Barras.
Embora ainda muito novos, são “viajados” no mundo do futebol. Dindê já atuou na base do Fortaleza/CE, Ceará Sporting Club/CE e do Barras/PI. Em 2013 atuou no time profissional do Barras na primeira divisão do Campeonato Piauiense e pelo Uniclinic/CE na Segunda Divisão do Campeonato Cearense.
Já Lucas Souza atuou na base do Ceará/CE, Marília/SP, Barras/PI e Juazeiro do Norte/CE. Em 2013 atuou pelo time profissional do Barras no Campeonato Piauiense e no time profissional do Uniclinic/CE no Campeonato Cearense da Segunda Divisão.
Elogiados por muitos, eles se mantem humildes quando falam do seu futebol. Dindê diz que “procuro me aperfeiçoar no dia-a-dia, sei das minhas qualidades técnicas, mas a cada clube que passo estou sempre muito atento aos valores que me delegam as comissões técnicas. Preciso ainda aprender mais para chegar onde pretendo, que é a uma grande equipe da elite do futebol brasileiro”. Já Lucas Souza não fala muito diferente e diz que “No futebol moderno o zagueiro tem que ser muito técnico e evitar ao máximo faltas. Desde que comecei a jogar futebol que estou sempre atento às atuações dos grandes ídolos nacionais e internacionais que atuam na minha posição. Sou muito criterioso quando o assunto é treinamento e sempre estou extremamente atento aos ensinamentos da comissão técnica, com isso tenho aprendido muito. Um grande clube do futebol brasileiro é o meu objetivo e acredito no meu sonho, sei que não falta muito para chegar lá, talvez apenas uma só oportunidade pois o resto pode deixar comigo, sei que farei por onde”, finaliza o jovem craque.

Leia mais sobre Lucas Souza no Tribuna de Barras: GRANDE ATUAÇÃO DE LUCAS SOUZA LHE GARANTE DESTAQUE EM TODA A IMPRENSA PIAUEINSE:  http://www.tribunadebarras.com/2013/07/grande-atuacao-do-zagueiro-lucas-souza.html

Leia mais sobre Dindê no Tribuna de Barras: GLOBO ESPORTE COMPARA DINDÊ A RONALDINHO GAÚCHO:  http://www.tribunadebarras.com/2013/07/globo-esporte-compara-craque-dinde-ex.html

Estatísticas do Campeonato Piauiense Sub-19 de 2013 (Severino Filho, Site do Buim):

O aproveitamento de 91% dos pontos disputados, a conquista invicta, o principal artilheiro da competição, o melhor ataque, a melhor defesa, tudo isso faz, da conquista do Piauí Esporte Clube, no Campeonato Piauiense de Futebol Sub-19, uma campanha incontestável, vista poucas vezes nas competições de base promovidas pela Federação de Futebol do Piauí.

No cômputo geral, fora 8 jogos disputados, com o time rubroanil obtendo 7 vitórias e 1 empate. Seu ataque marcou 23 gols (quase três por partida) e a defesa sofreu apenas 6, registrando-se o excelente saldo de 17 gols. Silas, o goleador máximo do Piauí e da competição, ficou a 6 gols de diferença do segundo colocado. Confira alguns números do certame:

CLASSIFICAÇÃO FINAL
Campeão – Piauí Esporte Clube
Vice – Sociedade Esportiva de Picos
3° – Esporte Clube Flamengo
4° River Atlético Clube
5° Barras Futebol Club
6° Caiçara Esporte Clube
Jogadores e membros da comissão técnica da SEP: em campo, no jogo final, mostrou-se um grande vice-campeão.
ARTILHEIROS
10 gols – Silas (Piauí).
4 gols – Dalinson (Barras) e Zulu (Flamengo).
3 gols – João Victor (Flamengo), Dindê, Edésio (Piauí), Breno (Picos/Fluminense) e Rhuann (River).
2 gols – Kaká (Caiçara), Denis (Piauí), Zezinho, Fernando (Picos/Fluminense) e Júnior Saudade (River).
1 gol – Yago, Pedro Henrique, Kaique (Barras), Taymeson, Bruninho, Naílson (Caiçara), Bruninho, Ribeiro, Paulo Roberto, Maninho (Flamengo), Rômulo, Allef, Pedro Gaúcho, Cinelton, Lucas Sousa (Piauí), Isaac, Ruan, Levi, Neto (Picos/Fluminense), Shuenke, Fabrício e Toinho (River).
GOLEIROS MENOS VAZADOS (somente os que mais jogaram)
0,71 – Joel (Piauí – foto ao lado) – 5 gols em 7 jogos
1 gol por jogo – Igor Rafael (Picos) – 5 gols em 5 jogos
1,16 – Codó (Flamengo) – 7 gols em 6 jogos
1,66 – Lahercio (River) – 10 gols em 6 jogos
ATAQUES
23 gols – Piauí.
11 gols – Flamengo e Picos.
8 gols – River.
7 gols – Barras.
5 gols – Caiçara.
DEFESAS
6 gols – Piauí.
7 gols – Flamengo.
10 gols – River.
13 gols – Picos.
14 gols – Caiçara.
15 gols – Barras.
Júlio Cesar (entre os assistentes João Thiago e Izaura Sousa): o árbitro com mais atuações também dirigiu o jogo final.
ÁRBITROS QUE ATUARAM
5 jogos – Júlio Cesar de Oliveira Gonçalves.
3 jogos – Karol Vinícius Mendes Soares Martins.
2 jogos – Antônio Dib Moraes de Sousa, Antônio José Lopes Trindade de Sousa e Antônio Santos Nunes.
1 jogo – Antônio Francisco Gonçalves de Paula, Francisco Antônio Gonçalves de Area, Hélo Fábio Pinto de Queiróz, Leonardo Marques Fortes e Lindomar de Araújo Oliveira.