Cenas de apresentações da banda de swingueira Chica Égua.               

Para o próximo dia 18 de Agosto está sendo anunciado um show da banda de swingueira Chica Égua na cidade de Barras. O evento está marcado para acontecer no bar chamado Balneário Marathaoan, localizado no Bairro Porto do Fio, margeando o Rio Marathaoan.
Antes do carnaval deste ano o portal de notícias tribunadebarras.com fez um movimento alertando as famílias barrenses  para o nível degradante das músicas da referida banda de swingueira (que se apresentaria em uma noite na concentração do Bloco Dinamite). O resultado de formação de opinião da Tribuna de Barras foi positivo junto as famílias barrenses e somente cerca de 200 pessoas compareceram ao show, sendo cerca de 70% do sexo masculino.
Juíza Maria as Neves Ramalho
A partir daí a imprensa de Teresina e de outras cidades piauienses passou a explorar com muita responsabilidade social a anarquia que passou a existir nos shows da Banda Chica Égua e outras do ritmo swingueira. Foi o suficente para o Ministério Público Estadual entrar na questão e “chamar na grande” os músicos da banda teresinense, que prometeram não mais colocar pessoas simulando ou fazendo sexo oral em cima dos palcos nos seus shows, conforme foram atestados em vídeos e fotos amplamente publicados nos sites e redes sociais da Internet.
Hoje, 9 de Agosto, foi a vez da Juíza da Comarca de Barras, Maria das Neves Ramalho, fazer exercer a Lei e proibir a entrada de menores de idade no show da Chica Égua previsto para o dia 12 de Agosto na Terra dos Governadores. Ela está respaldada no ECA – Estatuto do Menor e nas regras dos Artigos 40, Inciso XII da Lei Nº 8.069/90 e Lei 8.069/69; Art. 70.232 e 249, e Portaria publicada em 06/08/2012 do Ministério Público da Justiça em parceria com o Conselho Tutelar.
Ficou acertado que as polícias Civil e Militar do Piauí também estarão presentes no show da Banda Chica Égua a ser realizado no Balneário Marathaoan, sob a responsabilidade da empresa MC Produções.
A partir de então estará proibida a entrada de menores de idade em qualquer evento público e privado, a não ser acompanhado dos pais em todos os municípios que compõem a Comarca de Barras.