Um jovem identificado apenas como Douglas, foi capturado e amarrado por vigias patrimoniais particulares, na madrugada desta Terça-feira, 20 de Março de 2018, na cidade de Porto-PI, situada na Região da Grande Barras e distante 180 quilômetros ao norte de Teresina. Douglas foi capturado e amarrado em poste no momento em que tentava arrombar um comércio situado no centro da cidade, que como tantas outras do Piauí, estão sem policiais e com suas delegacias sucateadas.

Por volta das 2 horas da madrugada, os vigilantes contratados pelos comerciantes para fazerem a guarda dos seus comércios, já que a polícia é ausente, mesmo eles pagando seus impostos ao Governo do Estado; perceberam que alguém tentava arrombar a parede do “Mercadinho “Paiva”. Eles pegaram e amarraram o assaltante em praça pública. Esta é a terceira vez consecutiva que o Mercadinho Paiva sofre ações de bandidos.

A ausência do Estado na área da segurança pública tem atormentado a vida dos piauienses. Na semana passada um assaltante entrou em um ônibus na cidade de Nossa Senhora dos Remédios, próxima a Porto, e assaltou todos os passageiros, que foram para a delegacia de polícia da cidade e a encontraram fechada.

No Piauí a ação mais forte da polícia é fazer blitz, mas tão somente para apreender veículos com documentação atrasada, como forma de arrecadar dinheiro para as contas do Estado;  já que a PM-PI não apresenta nenhum bandido preso através das ações dessas blitz. A sociedade está revoltada nos quatro cantos do Estado do Piauí e para se sentir segura está costumeiramente fazendo justiça com as próprias mãos, amarrando bandidos até que chegue alguém da polícia.