Uma criança de três anos foi esfaqueada pelo padrasto após discutir com a mãe da menor na casa deles, no Bairro Barroso, em Fortaleza-CE. Kelven Castro Galdino, de 26 anos, tentou fugir, pegando um ônibus na Avenida Perimetral, mas foi alcançado por populares e linchado.

A Secretaria de Segurança Pública confirmou, por meio de nota, a morte do acusado nesta Segunda-feira, 10 de Setembro de 2018), e o estado de saúde da enteada, que foi levada em estado grave para uma unidade hospitalar e liberada na manhã desta Terça-feira (11).

O motivo da briga seria ciúme da mãe da criança com o ex-companheiro e, por isso, o suspeito desferiu um golpe de faca nas costas da menor. A menor teria sido levada pela própria mãe para o Instituto Dr. José Frota.

Já o suspeito teria fugido a pé, pela Avenida Perimetral. A intenção dele seria pegar um ônibus, mas foi alcançado por populares, que o espancaram. A polícia chegou para conter as ações e isolar a área. O Samu esteve no local para os primeiros socorros, mas a morte do agressor foi confirmada pela Secretaria de Segurança.

Confira a nota completa da Secretaria de Segurança do Ceará.

“A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) informa que o agressor da criança de três anos que levou uma facada nas costas, nessa segunda-feira (10), no Barroso, Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3), teve morte confirmada, ontem. Kelven Castro Galdino (26) morreu em decorrência dos ferimentos causados após o suspeito ter sido agredido por populares. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) instaurou inquérito para investigar as agressões contra Kelven, que resultou na morte dele.

A Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca) havia instaurado, na tarde de ontem, um inquérito policial para apurar a lesão corporal dolosa contra a criança e responsabilizar Kelven, que não possuía antecedentes criminais. Conforme relatos de policiais militares que atenderam a ocorrência, após um desentendimento entre o suspeito e sua companheira, por causa de ciúmes, o agressor desferiu um golpe de faca nas costas da enteada. Devido à morte do agressor, o procedimento da Dceca será concluído e remetido à Justiça, com o pedido de extinção da punibilidade de Kelven. A criança deu entrada em uma unidade de saúde na Capital e foi liberada, nesta manhã (11), pela equipe médica após cirurgia.”