O Governo do Rio de Janeiro decidiu acabar com a blitz de trânsito da Polícia Militar. A determinação é do governador Wilson Witzel e será repassada ao secretário da Polícia Militar, Coronel Rogério Figueredo de Lacerda.

Defensor da medida, o deputado estadual subtenente Bernardo, comentou a decisão.

“O meu compromisso com o povo está sendo cumprido, defendi desde a campanha, o fim das Blitzes de Trânsito pela PM, pois sempre entendi que a missão da polícia militar é o combate à criminosos, ao tráfico e garantia da ordem pública. Antes mesmo de tomar posse adotei uma série de medidas contra os depósitos e serviços de reboques particulares e ao iniciar o mandato criei dois projetos de lei para acabar com a máfia dos depósitos: o primeiro tirar a PM das Blitzes de Trânsito e o segundo, permitir que o proprietário do veículo fique como depositário fiel do seu veículo com prazo para regularização do mesmo, evitando, assim, o reboque do veículo. As duas medidas foram acatadas pelo governador. Essa é uma vitória do nosso mandato, a covardia com o povo acabou e a máfia dos depósitos e reboques sofreram um duro golpe. Vamos em frente, ainda temos muita luta pela frente”, disse o parlamentar em sua rede social.