Teresina (PI) – Beneficiado pela perda dos três pontos por parte do 4 de Julho e do tropeço do River em Parnaíba, o Esporte Clube Flamengo (foto) sagrou-se campeão do 1° turno da Copa Piauí ao derrotar o time do Piauí, na noite desta quarta-feira (05), por 3 a 2, num jogo de gols bonitos e que agradou em cheio ao torcedor que compareceu ao Estádio Lindolfo Monteiro.


Para se configurar o título de campeão do 1° turno, os rubro-negros tiveram que passar por um passo-a-passo de resultados que não inspirava confiança nem mesmo para o mais otimista dos flamenguistas. Mas tudo foi acontecendo, como um roteiro de filme ou novela, onde o autor, no final, resolve todos os impasses. Como numa peça de teatro, a conquista foi dividida em vários atos.


1° ATO – O 4 de Julho vence o Comercial à tarde, e entra no páreo para ser o campeão do turno. O Flamengo, a partir das 17h50, passava a ocupar a terceira colocação, com 7 pontos ganhos, atrás de 4 de Julho (10 pontos) e River (8).


2° ATO – Às 19h05, o Tribunal de Justiça Desportiva julga o caso Alex Paraíba, que jogou irregular contra o Piauí. Julgamento à revelia, sem advogado do 4 de Julho, tem como desfecho a perda de 3 pontos por parte do time de Piripiri. Mas o Flamengo permanece em 3° lugar. O título só virá com uma vitória sobre o Piauí e um tropeço do River em Parnaíba.

3° ATO – Começa o jogo no Lindolfo Monteiro. Bem disputado, equilibrado. Aos 32 minutos, Marcelo desvia uma bola vinda da direita e coloca o Piauí na frente. Em Parnaíba, jogo em andamento com empate sem gols. Vai dando River campeão.


4° ATO – Aos 46 minutos do 1° tempo, uma bola cabeceada por Marcelão garante o empate do Flamengo no Lindolfo Monteiro. Em Parnaíba, permanece 0 a 0. O título continua em poder do River.

5° ATO – Célio pega um rebote na entrada da área do Piauí. Amortece a bola e chuta sem apelação. Um gol sensacional. O Flamengo vira para 2 a 1. O River segue empatando. O goleiro Boré é o grande destaque do jogo no litoral. O título vai mudando de mão e agora passa a ter apenas duas cores: vermelho e preto.


6° ATO – Pênalti contra o Flamengo, aos 24 minutos. Boiadeiro cobra sem chances para Robson. Novo empate. O River segue na mesma toada, o goleiro parnaibano Boré também. Mas o River volta a ficar na liderança.

7° ATO – Flavinho usa a cabeça, num desvio muito bonito, e tira o goleiro Rodrigo da jogada, colocando a bola nas redes, quando o cronômetro já marcava 42 minutos. Festa do Flamengo, que volta a ser o líder. Em Parnaíba? Só dá Boré.


8° ATO – Apito final do árbitro Antônio Dib, festa dos rubro-negros. Meia festa, prá definir melhor, pois o jogo em Parnaíba ainda não acabou e o River pode ficar com o título se marcar um gol.


9° ATO – Jogadores, dirigentes e membros da comissão técnica ficam ao redor de quem tiver um rádio ligado. A bola da vez é acompanhar os minutos finais de Parnaíba e River, que se mantém 0 a 0. Expectativa geral. Nos acréscimos, o jogo é paralisado em Parnaíba, para atendimento a um jogador.


10° E ÚLTIMO ATO – O árbitro Leonardo Marques apita o final do jogo em Parnaíba, com o empate sem gols entre Parnahyba e River. Agora a festa é completa e o Flamengo comemora o título de campeão do 1° turno da Copa Piauí, com vaga assegurada na fase final da competição.

FICHAS TÉCNICAS


FLAMENGO 3×2 PIAUÍ (V Copa Piauí – 1° Turno – 5ª rodada); Data: 05/09/2012 (quarta-feira à noite); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina); Arbitragem: Antônio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por José Valmir dos Santos Xavier e Thyago Costa Leitão.


Gols: Marcelo 32 e Marcelão (cabeça) 46 do 1° tempo; Célio 12, Boiadeiro (pênalti) 24 e Flavinho (cabeça) 42 do 2°.


Flamengo – Robson; Jorginho, Marcelão, Laércio e Wildinho; Célio, Gauchinho (Marcos Portugal), Bruno Potiguar (Samuel) e Flavinho; Ranielson e Jefferson. Técnico: Oliveira Canindé.


Piauí – Rodrigo; Barata, Tiago Campelo, Marcelo e João Gabriel; Diego, Índio (Maradona), Darley e Júnior (Natan); Zé Rodrigues (Boiadeiro) e Fabiano. Técnico: Nelson Mourão. 


PARNAHYBA 0x0 RIVER (V Copa Piauí – 1° Turno – 5ª rodada); Data: 05/09/2012 (quarta-feira à noite); Local: Estádio Mão Santa (em Parnaíba); Arbitragem: Leonardo Marques Fortes, auxiliado por José Nilton da Costa e João Thiago Carvalho Reis.


Parnahyba – Boré; Pedro Roberto, Eridon e Gilmar Bahia; Damisson, Luciano, Totonho, Isael e Armeiro; Toni e Fabinho. Técnico: Paulo Moroni.


River – Robinho; Leandro, Marcos Aurélio e Jó; Tote, Binha, Tela, Péricles e Fabiano; Anderson Kamar e Crislan. Técnico: Aníbal Lemos.

(*) Site do Buim