Tersina (PI) – O vereador de Teresina, Antonio José Lira (Dem) e o deputado estadual Deuzimar Brito (PSDB), o Tererê, discutiram ao vivo durante o Jornal do Piauí (TV Cidade Verde/SBT) desta Quarta-feira (17). O confronto foi acalorado quando os parlamentares começaram a defender suas opiniões sobre o modelo de subdelegação da AGESPISA – Águas e Esgotos do Piauí S/A.

Fotos: Evelin Santos

“Acredito que a subdelegação vai aliviar o bolso do cidadão. Teríamos um melhor serviço para a população, teríamos mais investimentos para os que mais precisam. A AGESPISA não vai dar as melhores áreas de Teresina para empresas privadas. Ela vai ficar com o filé e vai dar o pescoço para as empresas investirem”, defendeu Tererê.



Antonio José Lira reagiu contra a opinião do vereador. “Estão querendo entregar a AGESPISA de mão beijada. Estão planejando um novo PDV (Programa de Demissão Voluntária). Só conheço uma pessoa que se deu bem com PDV. É como se diz no popular: está tudo dominado. O presidente da Agespisa veio de encomenda para privatizar o órgão e o Tererê veio de encomenda do Palácio de Karnak, ou da prefeitura, para vender essa ideia para o povo”, disse.


O clima ficou tão acirrado que Amadeu Campos chamou intervalo comercial do programa antes do fim do debate. Nos bastidores, foi tentado acordo e os parlamentares sinalizaram para a continuação do debate formalmente. O programa foi reiniciado. Cada um dos convidados teve um tempo determinado para expor ideias. Na tentativa de evitar novo transtorno, o apresentador da TV Cidade Verde/SBT passou a conduzir o debate entre os convidados.



“Talvez Teresina vai passar pelo maior teste da gestão do Firmino. Nunca vi uma orquestração tão bem feita como o caso da subdelegação. Usaram o serviço da FGV sem licitação para dar aquele conceito. As pessoas estão sendo forçadas a concordar com a subdelegação. Estão cortando água das torneiras dos pobres para obriga-los a aceitar esse modelo. Se tiver subdelegação a culpa é do prefeito”, defendeu Antonio José Lira, que também reafirmou que Tererê estava defendendo o governador e o prefeito.

“Não vim defender ninguém. Vim a convite do programa. Você mente Antonio José Lira”, disse Tererê.


Novamente o programa foi interrompido. Nos bastidores, os parlamentares foram separados para evitar agressões físicas. Durante o intervalo, Antonio José Lira e Tererê continuaram a trocar ofensas. Eles foram acompanhados por funcionários da TV Cidade Verde na saída. O debate foi encerrado por Amadeu Campos.


“Vamos voltar ao tema com mais calma. Até o final do mês de agosto este assunto estará sempre na pauta do dia. O tema subdelegação será bastante debatido até ter uma definição final”, esclareceu o apresentador do Jornal do Piauí.

(*) Lívio Galeno, Cidade Verde – parceiro do Tribuna de Barras