Na bola parada,  Rian, camisa 6 do Flamengo do Piauí,  coloca a bola na cabeça do zagueiro Eduardo que faz Flamengo 1×0. (Foto: Wenner Titto)

Piripiri (PI) – O tempo de preparação das equipes para a Copa Piauí (menos de um mês) colocava em dúvida o desempenho dos times no início da competição. Então, veio uma cartada de mestre no Flamengo do Piauí. O clube trouxe o treinador Paulo Moroni – que comandou o Parnahyba na Série D do Brasileiro, além de ser campeão piauiense – e outros nove jogadores do Tubarão. Resultado: a estratégia funcionou. Na noite desta sexta-feira (6), o Esporte Clube Flamengo venceu, por 2 a 0, o 4 de Julho. Com velhas armas de Moroni, o rubro-negro conseguiu derrotar o Colorado na Arena Ytacoatiara, em Piripiri.
Eduardo, que aproveitou cruzamento de Rian (15 minutos do 1º Tempo), e Fabinho, na etapa final (25 minutos do 2º Tempo), marcaram o gol do triunfo rubro-negro. Apesar das jogadas ofensivas, o 4 de Julho Esporte Clube mostrou falta de entrosamento, melhor para a Raposa. 
Com os primeiros três pontos, o Flamengo do Piauí começa o torneio na liderança. Na segunda rodada, a Raposa enfrenta o Picos. A partida acontece no Domingo (15), no Estádio Lindolfo Monteiro. Já o 4 de Julho, fora de casa, tenta recuperação contra o Piauí.
A primeira rodada será completada no Domingo (8), com Picos e o organizado Piauí Esporte Clube, no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina. O campeão do torneio garante vaga na Copa do Brasil de 2014.
Jogada manjada: Rian cruza… Alguém toca para o gol
4 de Julho e Flamengo do Piauí fizeram um primeiro tempo em que ficou evidente o tempo parado das duas equipes. Sem disputar partidas oficiais desde o fim do Campeonato Piauiense, em maio, os dois times tiveram pouco tempo para treinar para a Copa Piauí e o desentrosamento entre os jogadores era nítido.
O que mais foi visto foram passes errados e jogadas mal sucedidas. Nenhuma das duas equipes conseguia levar perigo real ao gol adversário. Se o rubro-negro passava mais tempo no campo de ataque, o Colorado era quem finalizava, mas sem oferecer muitos riscos.
Até que em uma bola parada o gol saiu, e com uma dupla vinda do Parnahyba. Rian cobrou escanteio da direita e Eduardo Matinha completou de cabeça para o gol de Robinho, abrindo o placar.
O gol pareceu despertar o 4 de Julho, que passou a se lançar mais ao ataque, mas com o mesmo problema de antes: as finalizações não representavam chance real de gol. Antes do intervalo, quando o jogo teve um momento mais pegado, o árbitro Antônio dos Santos Nunes ainda distribuiu vários cartões amarelos, quando o jogo ficou com os ânimos mais exaltados.
Golpe final 
O segundo tempo já foi bem mais agitado que o primeiro, graças principalmente ao Mengão do Piauí. A equipe não se acomodou com a vantagem no placar e partiu para cima na etapa final, só que desta vez levando mais perigo ao gol de Robinho.
Aos poucos, as chances foram aparecendo com mais frequência. O Flamengo do Piauí foi tomando controle da partida e criando muitas oportunidades: aos 16 minutos, Raiff chegou de carrinho na bola na pequena área, mas o goleiro e a zaga obstruíram o lance. O 4 de Julho também criou. Uma das oportunidades veio com Maycon, que chegou ao fim da linha de fundo pela esquerda e recuou para Pretinho, que chutou em cima da zaga.
Aos 25 minutos, o lance que deu números finais. Fabinho, outro ex-integrante do grupo do Parnahyba, foi lançado na área e tocou por cima, na saída de Robinho. Após o gol, o Esporte Clube Flamengo ainda se manteve no ataque, mas com chances não tão perigosas. O jogo terminou em 2 a 0, e a Raposa começou o campeonato com vitória fora de casa.

FICHA TÉCNICA

4 DE JULHO 0x2 FLAMENGO DO PIAUÍ – (VI Copa Piauí – 1° Turno – 1ª rodada); Data: 06/09/2013 (sexta-feira à noite); Local: Estádio Ytacoatiara (em Piripiri); Arbitragem: Antônio Santos Nunes, auxiliado por José Nilton da Costa e Izaura de Sousa e Silva.

Gols: Eduardo Junho (cabeça) 15 do 1° tempo; Fabinho 26 do 2°.

Cartões amarelos: Célio, Fábio Ubajara, Wilsinho, Paulo Maranhão, Dacha (4J) e Niel (FLA).

4 de Julho – Robinho; Wilsinho, Paulo Maranhão, Bruno Petrosa e Diguinho; Célio (Mica), Dacha, Fábio Ubajara e Joniel; Sávio (Maicon) e Pretinho (Ítalo). Técnico: Paolo Rossi.

Flamengo – Robson; Niel, Laércio, Edson Junho e Rian; Alessandro, Klebson, Idelvando (Jarbas) e Darlan (Diego Silva); Raiff (Raphael Freitas) e Fabinho. Técnico: Paulo Ricardo Moroni.

(*) Por Wenner Tito. Saiba mais sobre o jogo e a Copa Piauí acessando globoesporte.com/piaui