Após perde de 4×1 para o Flamengo do Piauí o time de Campo Maior vai a São Luis
do Maranhão e perde de 4×0 para o Sampaio Corrêa.  
            

São Luis (MA) – Cumprindo sua segunda apresentação na Série D do Campeonato Brasileiro, o Comercial foi goleado neste domingo (01), pelo Sampaio Correa, por 4 a 0, em jogo desdobrado no Estádio Nhozinho Santos, em São Luis. O vice-campeão piauiense, sentindo os efeitos das constantes viagens e com um plantel relativamente reduzido, para quem está jogando duas competições, não foi presa difícil para a “Bolívia Maranhense”.

Lance do jogo Sampaio Corrêa/MA 4×0 Comercial/PI
Mesmo em tarde de muitas defesas, o goleiro Neto não conseguiu evitar a goleada. Goleada que começou com um lance de bola parada. Eloir bate falta na cabeça de Arlindo Maracanã, que marca o 1º gol, aos 27 minutos. Na fase final, o mesmo Arlindo Maracanã, novamente de cabeça, ampliou para 2 a 0. Já nos minutos finais, Mimica se encarregou de ampliar para 3 a 0, enquanto Carlinhos Rocha deu números finais ao marcador, aos 45 minujtos.
Com este resultado, o Sampaio Correa mantém-se como lider isolado do Grupo A2 da Série D, com 6 pontos ganhos, enquanto Araguaína e Comercial permanecem com 1 ponto ganho, seguidos de Mixto e Santos, que ainda não marcaram. O próximo jogo do represenante piauiense será no dia 08, domingo, às 17 horas, em Teresina, contra o Mixto, de Cuiabá.
O Comercial tem tradição de derrotas em competições nacionais
FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA 4×0 COMERCIAL (Campeonato Brasileiro – Série D – 1ª Fase – 2ª rodada – Grupo A2); Data: 01/07/2012 (domingo à tarde); Local: Estádio Nhozinho Santos (São Luis – MA); Arbitragem: José Cleuton Lima, auxiliado por Marcione da Silva Ribeiro e Arnaldo Rodrigues de Sousa (todos do Ceará).
Público: 5.886 pagantes.
Gols: Arlindo Maracanã (cabeça) 27 do 1° tempo; Arlindo Maracanã (cabeça) 24, Mimica 41 e Carlinhos Rocha 45 do 2°.

Sampaio Correa – Rodrigo Ramos, Roniery, Mimica, Carlinhos Rech e Deca; Robson Simplicio (Luis Maranhão), Arlindo Marcanã, Eloir (Junior Chicão) e Cleitinho; Edgar e Célio Codó (Ricardinho). Técnico: Flavio José Araujo.

Comercial – Neto, Barata, Cleiton (Janes), Robson e Tiaguinho;  Bruno Ernandes, Fábio, Jeferson (Toni) e Romano; Juary (Jonas) e Zé Rodrigues, Tecnico: José Fernando Polozzi.

Parnahyba é finalista do Segundo Turno do Campeonato Piauiense 2012
O empate de 0x0 com o 4 de Julho deu ao Parnahyba a condição de
chegar a final do 2º Turno.
Num jogo bem equilibrado, onde os dois times jogaram bem melhor a fase complementar, Parnahyba e 4 de Julho empataram por 0 a 0 na tarde de hoje (01), no Estádio Mão Santa, em Parnaíba, com o time do litoral ficando com a vaga para decidir o Campeonato Piauiense 2012. O resultado eliminou o 4 de Julho e o sonho do bi acabou. 


Um primeiro tempo fraco nivelou o jogo por baixo. Sem muita inspiração, não se sabe se por excesso de cautela ou até mesmo pelo forte calor, jogadores de Parnahyba e 4 de Julho pouco fizeram para motivar quem foi ao Estádio Mão Santa. O grande lance dos primeiros 45 minutos foi um chute de Renatinho, no bico da pequena área, pelo lado esquerdo, que Robinho defendeu espetacularmente, evitadno a abertura do marcador.

A fase complementar foi bem melhor, registrando-se várias oportunidades de gol, inclusive uma penalidade máxima, porém, o 0 a 0 permaneceu até o apito final do árbitro pernambucano Nielson Nogueira Dias, que fez um ótimo trabalho. Mas, voltando aos lances de maior emoção para o torcedor, o primeiro deles, na fase final, pertenceu ao 4 de Julho, logo aos 4 minutos, quando França chutou de esquerda, mas Rodfrigues defendeu.

Vinte minutos mais tarde foi a vez de Fabinho entrar com relativa facilidade, pela esquerda, mas o chute saiu fraco, para boa defesa de Robinho. A resposta colorada veio com uma cabeçada de Joniel que o goleiro parnaibano defendeu no puro reflexo, proporcionando o rebote que o mesmo Joniel, novamente com a cabeça, colocou a bola para fora.

Quando Fabinho fez outra boa jogada, aos 33 minutos, a torcida parnaibana preparou o grito de gol, mas Robinho fez outra defesa segura, garantindo a integridade de sua meta. Poucos minutos depois, o 4 de Julho ficava sem Danúbio, expulso corretamente ao aplicar uma cotovelada em Totonho. Mas Robinho, o goleiro colorado, ainda seria o protagonista de outras duas jogadas, evitando que o time da casa marcasse em outras duas ocasiões de iminente perigo. Aos 39 minutos, quando Da Silva livrou-se dos zagueiros e tirou a bola do seu alcance, o goleiro do 4 de Julho esticou o braço e, com a mão direita, puxou o pé de apoio de Da Silva (lance que a televisão mostrou com expressiva clareza).

Pênalti indiscutível, sem qualquer dúvida, marcado com precisão pelo árbitro, que também aplicou o cartão amarelo corretamente, pois Da Silva driblou Robinho para o lado, e não em direção ao gol. Na cobrança, aos 42 minutos, Robinho fez mais uma vez o seu papel, defendendo o chute que Da Silva desferiu no canto direito do goleiro. Definitivamente, não haveria gol nas semifinais entre Parnahyba e 4 de Julho. Um desfecho que garantiu, ao time de melhor índice técnico, o Parnahyba, a vaga para a decisão do Campeonato Piauiense. E a eliminação do 4 de Julho, que viu cair por terra o sonho do bicampeonato.

FICHA TÉCNICA


PARNAHYBA 0x0 4 DE JULHO (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais – Fase Semifinal – 2° jogo); Data; 01/07/2012 (domingo à tarde); Local: Estádio Mão Santa (Parnaíba); Arbitragem: Nielson Nogueira Dias (Pernambuco), auxiliado por João Fonseca de Sousa e Elson Araújo da Silva (ambos do Maranhão).

Renda: R$ 10.643,00 com 1.043 pagantes.

Cartões amarelos: Dacha, Fabinho, Totonho, Pedrosa, Robinho e Paulo Maranhão.
Parnahyba – Rodrigues; Erivaldo, Gilmar Bahia e Alessandro; Damisson (Jorginho), Luciano, Totonho (Pio), Isael (Da Silva) e Cleiton Cearense; Renatinho e Fabinho. Técnico: Pasulo Ricardo Moroni.
4 de Julho – Robinho; Wilsinho, Pedrosa, Paulo Maranhão e Dacha (Cláudio); Juninho, Binha, Pretinho (Manoelzinho) e Cleitinho (Joniel); Danúbio e França. Técnico: Danilo Augusto Aguiar
(*) Fonte: Site do Buim