O Barras precisa vencer o River em Teresina para continuar na primeira colocação.
Faltando apenas um jogo para cada equipe, chegou a hora de fazer as contas. Ninguém está classificado. As quatro vagas da fase semifinal estão entre seis pretendentes: Barras, Cori-Sabbá, River, Flamengo do Piauí, Parnahyba e Piauí. Uma derrota desses dois últimos garantiria a classificação dos quatro primeiros.

É importante ressaltar que Barras, Cori-Sabbá, River e Flamengo dependem apenas de si, ao passo que Parnahyba e Piauí, mesmo vencendo, não garantem classificação. E somente Barras garante vaga apenas com um simples empate. De que seu time precisa para ser um dos semifinalistas? Confira as hipóteses:

BARRAS – Basta empatar com o River. Se perder, garante a vaga desde que Flamengo ou Parnahyba não passem do empate em seus jogos. Se perder e houver vitória tanto do Flamengo quanto do Parnahyba, Barras pode até se classificar. Vai depender do saldo de gols.

RIVER – Vencendo estará classificado. Se empatar, só garante a vaga se houver tropeço do Flamengo ou do Parnahyba. Se o River empatar e Flamengo e Parnahyba vencerem seus jogos, o Galo estará eliminado. Perdendo para o Barras, o River ainda pode se classificar, mas desde que, nos jogos de Flamengo, Parnahyba e Piauí, pelo menos dois deles consigam, no máximo, o empate.

FLAMENGO DO PIAUÍ – Com 9 pontos ganhos, o Flamengo pode até perder que garante a vaga, mas desde que Parnahyba e Piauí também sejam derrotados. Se empatar, o Flamengo só garante vaga se Parnahyba e Piauí conseguirem, no máximo, um empate. Vencendo, o Flamengo estará classificado.

PARNAHYBA – Tem que vencer e ainda torcer por um empate do River ou do Flamengo. Se empatar seu último jogo, garante a classificação somente em caso de derrota do Flamengo e empate ou derrota do Piauí.

PIAUÍ – Tem que vencer e ainda torcer por um empate de dois de seus concorrentes diretos – River, Parnahyba e Flamengo. Pelo menos dois deles precisam tropeçar para que o Piauí se classifique com uma vitória. Empatando, o Piauí só garante vaga se houver derrotas do Flamengo e do Parnahyba.

Jó (Cori-Sabbá) e Capela (Parnahyba) correm atrás da bola e da vaga para a semifinal.


CLASSIFICAÇÃO

1° Barras, 11 pontos, 3 vitórias e 5 gols de saldo 

2° Cori-Sabbá, 10 pontos, 3 vitórias e 1 gol de saldo
3° River, 10 pontos, 2 vitórias e 10 gols de saldo
 4° Flamengo, 9 pontos, 2 vitórias e 1 gol de saldo
5° Parnahyba, 8 pontos, 2 vitórias e 3 gols de saldo
6° Piauí, 8 pontos, 2 vitórias e 1 gol de saldo
7° 4 de Julho, 4 pontos, 1 vitória e saldo -9
8° Caiçara, 4 pontos, 1 vitória e saldo -11

MÉDIA DE PÚBLICO PAGANTE EM TODOS OS JOGOS DE CADA EQUIPE

1° River, 1.449 pagantes (8.699 em 6 jogos)

2° Flamengo, 1.233 pagantes (7.403 em 6 jogos)
3° Parnahyba, 882 pagantes (5.293 em 6 jogos)
4° Cori-Sabbá, 734 pagantes (4.408 em 6 jogos)
5° Barras, 591 pagantes (3.550 em 6 jogos)
6° Piauí, 527 pagantes (3.166 em 6 jogos)
7° 4 de Julho, 441 pagantes (2.648 em 6 jogos)
8° Caiçara, 168 pagantes (1.009 em 6 jogos) 

MÉDIA DE PÚBLICO PAGANTE NOS JOGOS COMO MANDANTE

1° Flamengo, 1.775 pagantes (5.327 em 3 jogos)

2° River, 1.273 pagantes (3.819 em 3 jogos)
3° Cori-Sabbá, 1.089 pagantes (3.087 em 3 jogos)
4° Parnahyba, 785 pagantes (2.355 em 3 jogos)
5° Piauí, 578 pagantes (1.735 em 3 jogos)
6° Barras, 312 pagantes (936 em 3 jogos)
7° 4 de Julho, 196 pagantes (590 em 3 jogos)
8° Caiçara, 86 pagantes (259 em 3 jogos) 

PÚBLICO PAGANTE POR CIDADES (MÉDIA P/ JOGO)

1° Teresina, 1.350 pagantes (12.153 em 9 jogos)

2° Floriano, 1.089 pagantes (3.087 em 3 jogos)
3° Parnaíba, 785 pagantes (2.355 em 3 jogos)
4° Barras, 211 pagantes (1.056 em 5 jogos)
5° Piripiri, 184 pagantes (739 em 4 jogos)

O artilheiro Marciano é um dos trunfos do River – aqui contra três do Flamengo – para chegar às semfifinais.

ARTILHEIROS


8 gols – Marciano (River).

5 gols – Anderson Kamar (Cori-Sabbá).

3 gols – João Paulo, Osvaldo (Barras), Tuta (Flamengo), Puxinha (Parnahyba), Fabiano e Raphael Freitas (Piauí).

2 gols – Marcos Vinícius (4 de Julho), Emerson (Barras), Roberto (Caiçara), Jader (Cori-Sabbá), Joniel e Laércio (Flamengo).

1 gol – Gugu, Jader, Renatinho (4 de Julho), Leís, Tadeu (Barras), Jeferson Pipoca, Lourian, Flávio, Wanderson Costa (Caiçara), Cafezinho (Cori-Sabbá), Augusto, Alex (Flamengo), Da Silva, Felipe Rafael, Fabinho (Parnahyba), Lucas Marques, Darley, Vitor Recife, Eridon (Piauí), Marclei, Gabriel, Thiago Marabá, Thiago Dias, Igor, Danilo Goiano e Brasinha (River). 


GOLS CONTRA

1 gol – Juninho (4 de Julho, a favor do Parnahyba) e Jó (Cori-Sabbá, a favor do 4 de Julho). 


GOLEIROS COM MELHOR APROVEITAMENTO (MÉDIA DE GOLS POR PARTIDA)

0,83 – Ari (Barras), Robinho (Parnahyba) e Everson (River) – 5 gols em 6 jogos.
1,16 – Fagner (Cori-Sabbá), 7 gols em 6 jogos.
1,33 – Robson (Flamengo), 8 gols em 6 jogos
1,50 – Lucas (Piauí) – 9 gols em 6 jogos
2 gols por jogo – Yuri (Caiçara) – 6 gols em 3 jogos.
2,50 – Zé Filho (4 de Julho) – 15 gols em 6 jogos
3,66 – Anderson (Caiçara) – 11 gols em 3 jogos.

ESTÁDIOS UTILIZADOS

9 jogos – Lindolfo Monteiro (Teresina).
5 jogos – Juca Fortes (Barras).
4 jogos – Ytacoatiara (Piripiri).
3 jogos – Tibério Nunes (Floriano) e Verdinho (Parnaíba).

ARBITRAGENS

5 jogos – Antônio Dib Moraes de Sousa.
4 jogos – Leonardo Marques Fortes.
3 jogos – Afonso Amorim de Sousa, Júlio Cesar de Oliveira Gonçalves e Karol Vinicius Mendes Soares Martins.
2 jogos – Antônio José Lopes Trindade de Sousa, Rogério de Oliveira Braga e Antônio Santos Nunes. 

Dib, árbitro que mais apitou até a 6ª rodada, entre os capitães de River (Tales) e Flamengo (Tuta), além dos assistentes Francisco Nurisman e Thyago Leitão.

ATAQUES


15 gols – River.
10 gols – Barras e Piauí.
9 gols – Flamengo.
8 gols – Cori-Sabbá.
7 gols – Parnahyba.
6 gols – 4 de Julho e Caiçara. 

DEFESAS


5 gols – Barras, Parnahyba e River.
7 gols – Cori-Sabbá.
8 gols – Flamengo.
9 gols – Piauí.
15 gols – 4 de Julho.
17 gols – Caiçara.

ATLETAS EXPULSOS

2 jogos – Marcos Gasolina (Piauí).
1 jogo – Anderson (4 de Julho), Pereira (Caiçara), Fagundes, Leone (Cori-Sabbá), Alessandro, Fabinho, Ramón (Parnahyba) e Adrianinho (Piauí). 

MAIOR GOLEADA

Caiçara 0x7 River, em 02/02/2014, no Estádio Ytacoatiara, em Piripiri.
River 4×1 4 de Julho, em 10/02/2014, no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina.

MARCAS HISTÓRICAS

1º gol – Augusto (Flamengo), no jogo Cori-Sabbá 0x2 Flamengo, em 25/01/2014.
50° gol – Cafezinho (Cori-Sabbá), no jogo River 1×1 Cori-Sabbá, em 23/02/2014. 

GOLS MAIS RÁPIDOS


4 minutos – Osvaldo (Barras), no jogo Parnahyba 1×1 Barras, em 16/02/2014.
6 minutos – Darley (Piauí), no jogo Piauí 2×0 Flamengo, em 09/02/2014.
9 minutos – Emerson (Barras), no jogo Barras 3×0 4 de Julho, em 26/01/2014.

TÉCNICOS QUE MAIS VENCERAM

3 jogos – Júlio Cesar Araújo (Barras) e Vanin (Cori-Sabbá).
2 jogos – Paulo Moroni (Piauí) e Evair Paulino (River).

1 jogo – Maurício Reis (4 de Julho), Henrique Catita (Caiçara), Denis Borges, Daniel Frasson (Flamengo), Fernando Tonet e Jorge Pinheiro (Parnahyba). 

TÉCNICOS QUE MAIS PERDERAM

3 jogos – Jasiel Lira (4 de Julho) e Henrique Catita (Caiçara).
2 jogo – Vanin (Cori-Sabbá), Jorge Pinheiro (Parnahyba) e Paulo Moroni (Piauí).
1 jogo – Maurício Reis (4 de Julho), Júlio Cesasr Araújo (Barras), Cristiano Carvalho (Caiçara), Denis Borges (Flamengo).

COMO ESTÁ A FASE SEMIFINAL

Juca Fortes (Barras) – Barras x Flamengo
Tibério Nunes (Floriano) – Cori-Sabbá x River
Obs.: Nas fases semifinal e final de cada turno, haverá apenas um jogo, com mando de campo para o time de melhor índice técnico.


PRÓXIMOS JOGOS

08/03 (sábado) – 17h00
Lindolfo Monteiro (Teresina) – Piauí x Cori-Sabbá


09/03 (domingo) – 17h00
Juca Fortes (Barras) – Caiçara x Parnahyba
Ytacoatiara (Piripiri) – 4 de Julho x Flamengo
Lindolfo Monteiro (Teresina) – River x Barras
(*) Texto: Severino Filho. Para ficar sabendo mais acesse sitedobuim.blogspot.com