O número de casos de tuberculose confirmados no Ceará só cresceram de 2014 até 2018 – com aparente queda em 2019. No período entre 2014 e 2018, o Estado registrou 19.805 ocorrências de tuberculose, número que ultrapassou a casa dos 20 mil em 2019. Os dados são do Datasus e da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa).

O Datasus, plataforma do Ministério da Saúde, registra desde 2001 a quantidade de pessoas com tuberculose no Ceará. De acordo com o material, 2014 registrou menor índice de infectados, com 3.685 casos. A partir de então, as ocorrências têm aumentado no Estado.

Fortaleza registra mais da metade de ocorrências

Doença relacionada à exclusão social e pobreza, a tuberculose afeta principalmente a Capital do Ceará. Dos 23.418 casos registrados no Ceará, quase 16 mil foram em Fortaleza. Em 2019, a doença foi a causa de 83 óbitos na Capital.

Depois de Fortaleza, Sobral é a segunda cidade com maior número de infecções por tuberculose (304) no Estado. Os dados são da planilha atualizada de doenças de notificação compulsória da Sesa.