Água Branca (PI) – Os aguabranquenses foram às ruas na última Segunda-feira (15) protestar contra a Secretaria de Estado da Segurança Pública do Piauí por não mover ações no combate ao uso e venda de drogas na cidade. Água Branca com apenas 16 mil habitantes é a quarta cidade do Piauí no ranking do tráfico, conhecida como “A Capital Piauiense da Cocaína”.
Foi realizada ainda no Auditório O Dioguinho nesta Segunda-feira (15-04-2013), o I Ciclo de Palestras Informativas no Combate às Drogas em Água Branca, onde foram mobilizados alunos da rede municipal de ensino e entidades ligadas ao combate ao uso de entorpecentes. O evento foi marcado por depoimentos de ex-usuários de drogas e que hoje atuam no combate, como é o caso de: Antônio de Oliveira (da Comunidade Terapêutica Shalom, em Floriano/PI) e Georgiane Gonçalves (da Comunidade Terapêutica Casa de Vida Verdadeira, em Água Branca).
A professora Antônia de Sousa Leal, uma das organizadoras do encontro, explica que um grupo de professores do Município estar participando do Curso de Prevenção do Uso de Drogas para Educadores de Escolas Públicas, numa parceria da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD), do Ministério da Justiça com a Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC), executado pelo Programa de Estudos e Atenção às Dependências Químicas (PRODEQUI)/PCL/IP da Universidade de Brasília – UnB.
Do lado de fora do auditório, uma Blitz Educativa, parava veículos e pedestres para entregar adesivos e panfletos com informações de combate às drogas.
(*) Fotos: Misael Lima, mpiaui.com