Estudiosos voltam a questionar a sexualidade de Jesus Cristo. Seria gay?

 Estudiosos voltam a questionar a sexualidade de Jesus Cristo. Seria gay?

O apresentador, radialista e escritor estadunidense John Donald “Don” Imus Jr. afirmou, em seu programa na FoxNews, que muitos evangelhos foram escritos e um deles, que não está na Bíblia, sugere que Jesus era gay.

  • Giotto
    (Foto: Flickr/Metadata Deluxe)
    O Beijo de Judas, afresco de Giotto di Bondone. A obra data do período renascentista – início do século XIV – e ocupa posição de destaque na Capela Arena, em Pádua, na Itália.
“Vocês sabem que existe um evangelho de Judas por aí. Havia centenas de evangelhos escritos e somente quatro estão na Bíblia. Tinha o evangelho de Tomé, de Maia, todos eles tinham um evangelho. Mas Judas… lá tem algumas indicações de que Jesus pode ter sido gay”, disse Don.

O evangelho de Judas, acredita-se, foi escrito por gnósticos no Século III. Retrata Judas Iscariotes, um dos apóstolos de Cristo, como um herói enquanto a Bíblia o caracteriza como um traidor. Entretanto, o fato de o evangelho de Judas ter sido escrito muito tempo depois dos demais evangelhos, tem sua credibilidade é questionada.

Imus, no entanto, não especifica as razões pelas quais o evangelho poderia sugerir que Jesus era gay, já que, segundo o colunista do Huffington Post, Cavan Sieczkowski, seria uma análise extremamente subjetiva dos textos.
O colunista cita o jesuíta James Martin e sua afirmação de que, “com certeza, não há nada no evangelho de Judas ou em nenhum dos outros evangelhos aceitos na Bíblia que sugiram que Jesus era gay”.
O jesuíta afirma ao Huffington Post que Cristo “aproveitava a amizade de homens e mulheres”, mas era solteiro e celibatário. “E isso é tudo o que sabemos sobre sua sexualidade”, assevera Martin.
Além disso, Greg Carey, professor do Seminário de Lancaster, nos Estados Unidos, afirma ao jornal que o evangelho não é considerado fonte primária e confiável daquilo que Jesus fez ou disse.
Essa não é a primeira vez que a sexualidade de Jesus é questionada. Em 1967, o pastor Hugh Montefiore citou a possibilidade da homossexualidade de Cristo numa palestra. Ano passado, o padre anglicano Paul Oestreicher, escreveu em uma coluna no jornal The Guardian, sobre a relação de Jesus Cristo e João Batista. Para muitos, João Batista era bastante afeminado e este sim tinha todas as características de um homossexual. Mas várias fontes de estudiosos credenciam a homossexualidade também a vida de Jesus Cristo.
(*) Fonte: portugues.christianpost.com

Diego Albert

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *