Apesar de dominar amplamente boa parte dos 90 minutos, o Altos ficou no empate (1 a 1) diante do Moto Club, no Estádio Castelão, em São Luís, na estreia das duas equipes na Copa do Nordeste. Embora o empate fora de casa seja encarado como um bom resultado, Altos esteve muito próximo de vencer o quadro timbira.


O Moto Club começou melhor, transformando sua superioridade no gol de abertura do placar, assinalado por Márcio Diogo, aproveitando assistência de Evandro Russo. Eram 16 minutos quando o Moto colocou 1 a 0 no placar do Castelão.


Mas o bicampeão piauiense não se intimidou, equilibrou as ações, passou a dominar a partida e por muito pouco não chegou ao empate. Além do goleiro Rodolfo, a trave também para o ataque do Jacaré nos primeiros 45 minutos.


A fase final, porém, foi praticamente de total domínio do Jacaré. Mas somente aos 37 minutos é que saiu o gol do empate, com Tiaguinho aproveitando a pressão que sua exercia sobre o time da casa. Um gol que já poderia ter acontecido muito antes.


No final da partida, Altos ainda teve chances de virar. Na melhor chance, Eder Guerreiro cabeceou para fora uma bola que veio de Dos Santos. Por muito pouco o bicampeão piauiense não fez o segundo gol. Mas o empate terminou sendo um bom resultado, ao que pese o amplo domínio piauiense.
Com o empate, Altos e Moto ganha seu primeiro ponto na competição. O próximo jogo do bicampeão do Piaui na Copa do Nordeste será dia 27, domingo da próxima semana, no Albertão, diante do ABC, de Natal.


FICHA TÉCNICA
MOTO CLUB 1×1 ALTOS (Copa do Nordeste – 1ª fase); Data: 16/01/2019 (quarta-feira à noite); Local: Castelão (São Luís – MA); Arbitragem:  Léo Simão Holanda, auxiliado por Naílton Júnior de Sousa Oliveira e Jaílson Albano da Silva (todos do Ceará).
Renda: R$ 46.670,00 com 2.476 pagantes.
Gols: Márcio Diogo (cabeça) 16 do 1° tempo; Tiaguinho 37 do 2°.Cartões amarelos: Lucas Hulk, Juninho Arcanjo, Diego Renan (MC), Manoel e Renato Santos (ALT).
Moto Club – Rodolfo; Diego Renan, Lucas Dias, Alisson e Matheus Mendes; Naílson, Lucas Hulk e Juninho Arcanjo; Evandro Russo (Victor Salvador), Danilo Galvão (Leo Paraíba) e Márcio Diogo (Diego Vitor). Técnico: Wallace Kafrune Nassif Lemos.
Altos – Andrade; Ademir (Renato Santos), Caique (Eder Guerreiro), Ramon Baiano e Tiaguinho; Sidney, Dos Santos, Júnior Paraíba (Wesley) e Ancelmo; Manoel e Luizão. Técnico: Leandro Caitano de Campos.

(*) Fonte: Severino Filho, Site do Buim, http://sitedobuim.blogspot.com.br