Nas duas temporadas passadas, o Colorado de Piripiri foi adversário do Jacaré em amistosos e levou a melhor nos jogos que disputou.

No ano passado, o time ganhou do Altos em pleno estádio Felipe Raulino: 1 a 0, com gol de Raphael Freitas, hoje atacante do time altoense.  

Em 2019, os dois times não se enfrentaram na pré-temporada. O encontro ficou reservado para a abertura do Campeonato Piauiense. E neste domingo (20), não deu outra. 

Nem colocando Raphael Freitas no segundo tempo, para fazer valer a “Lei do Ex”, o técnico Leandro Campos conseguiu conquistar os três pontos. 

No primeiro tempo, as principais chances foram do 4 de Julho. Na etapa final, a partida foi mais equilibrada. 

O Altos abriu o placar aos 14 minutos do segundo tempo. Ademir cruzou da direita e Luisão recebeu na pequena área e só empurrou para a rede. Foi o primeiro gol do Campeonato Piauiense 2019 e o primeiro dele com a camisa do Jacaré. 

Mas o 4 de Julho não demorou para empatar, com uma cabeçada de Célio Carioca, aos 16 minutos: 1 a 1. 

É bem verdade que o Jacaré reclamou de dois lances nos quais jogadores do Colorado teriam colocado a mão na bola dentro da grande área. A arbitragem não marcou nada.

Mas a verdade mesmo é que o 4 de Julho soube jogar muito bem contra o time considerado mais forte do futebol piauiense na atualidade – mérito reconhecido pelo treinador altoense Leandro Campos.

O ponto conquistado fora de casa pode fazer a diferença no futuro para a equipe do técnico Paulo Rossi. 

As duas equipes ainda perderam chances claras de gol na reta final da partida. E o empate persistiu. Foi um bom jogo para o começo da temporada.

E não é que o Altos não é o “bicho papão” que muitos imaginavam. O 4 de Julho é que mostrou que pode ser um “bicho papão” também. 

(*) Fábio Lima, Na Esportiva, Cidade Verde