Dentista do Piauí é presa após fazer ofensas contra negros em rede social

 Dentista do Piauí é presa após fazer ofensas contra negros em rede social

A dentista Delzuíte Ribeiro de Macêdo acusada de racismo contra uma criança em São Raimundo Nonato-PI,  foi presa na manhã desta Terça-feira, 17 de Abril de 2018, em uma casa de hospedagem, em Teresina. A ação foi organizada por policiais do Grupamento de Policiamento do Interior (GPI), que estavam em diligência desde a última Sexta-feira (13) com pistas sobre a localização da odontóloga piauiense.

De acordo com o delegado Emir Maia, Delzuíte Ribeiro de Macêdo  foi encontrada nas primeiras horas desta manhã desta Terça-feira, momentos antes de tentar fugir para São Paulo.

“Estamos investigando desde Sexta-feira onde ela estava. Descobrimos que ela tinha um endereço pessoal e de parentes em Teresina porque havia trabalhado como cabeleireira. Hoje, as 5 horas da manhã conseguimos encontrá-la antes de tentar fugir para São Paulo. Esse era o objetivo dela”, afirmou.

O delegado conta que, após a denúncia ter sido oficializada, a dentista não foi encontrada na residência onde morava em São Raimundo Nonato-PI. Ela não atendeu aos pedidos de esclarecimento da delegada do município de São Raimundo Nonato, distante 500 km de Teresina, e por isso foi autorizado o pedido de prisão provisória.

“Ela não foi encontrada após a denúncia e por isso o juiz acatou o pedido de prisão. Ela saiu da cidade. Após ter sido presa aqui em Teresina, ela fez exame de corpo de delito e foi encaminhada para a penitenciária feminina. A mãe dela está na Capital acompanhando a filha. Na hora da prisão não houve resistência, ela estava indignada com a situação de ser presa”, disse o delegado.

 Delzuíte Ribeiro de Macêdo

Reinaldo Barros Torres

Editor do Tribuna do Nordeste

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *